A apoptose tricolor (por Alberto Lazzaroni)

Meus amigos, a situação não está fácil. É até difícil encontrar palavras para falar do Fluminense atualmente.

O biólogo que habita em mim acredita que estamos num momento de APOPTOSE tricolor.

Peraí Lazzaroni, apoptose? Que diabos é isso?

Eu explico: a apoptose é o que chamamos, na Biologia Molecular, de morte celular programada.

Um processo absolutamente normal e imprescindível para o bom funcionamento das células e, por extensão, dos organismos. Só que ela leva à morte da célula em questão.

Então, se fizermos essa analogia com o nosso Tricolor, podemos dizer que nossos atuais dirigentes ativaram o sistema de apoptose do nosso clube.

Não precisamos mais da imprensa generalizada, dos torcedores adversários, da opinião pública em geral, para nos detonar.

Com esses dirigentes que aí estão, o modo autodestruição foi ativado.

Infelizmente é com eles que estaremos nos próximos três anos.

Fôssemos um outro clube qualquer, estaria aqui agora desesperançoso.

Com esse caminho que está sendo trilhado, estaríamos fadados ao desaparecimento.

Mas não. Somos o Fluminense FC. Nós somos a história. E é por isso que convoco todos ao Engenhão nesse domingo às 16h.

A volta por cima vai começar contra o Botafogo.

E aí começaremos a botar para fora do nosso clube esse movimento de APOPTOSE e, em seu lugar, comemorar novamente grandes vitórias pois o que queremos sempre é a APOTEOSE tricolor!

ST

Bate-pronto: Se Marcão não é o treinador dos nossos sonhos, também não será o dos pesadelos.

Vamos confiar, dar força e juntos terminar esse 2019 no nosso lugar de direito: a série A do Brasileirão.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#credibilidade

2 Comments

  1. Excelente o seu texto. Certamente seremos uma célula “renovada”. Saudações Tricolores

Comments are closed.