Um amistoso e um escudo (da Redação)

Há exatos 35 anos, o Fluminense entrava em campo para um amistoso com o Royal de Barra do Piraí, vencendo por 2 a 0 com gols de Maurinho e Machado (hoje, um próspero agente de jogadores).

Interessante reparar com a escalação deste jogo é diferente da do time que encantaria o Brasil três meses depois. Orlando e Cândido seriam substituídos por Aldo e Branco. Eraldo deixaria o clube, entrando Ricardo em seu lugar. O jovem goleiro Ricardo Cruz faria parte do elenco, com Paulo Victor de titular. Jandir na cabeça de área, Leomir deslocado para a direita e.. dois espetaculares reforços fariam naquele mesmo dia sua última partida antes de chegarem ao Fluminense: Assis e Washington, pelo Atlético Paranaense, vencendo o Flamengo por 2 a 0 nas semifinais do Brasileiro 1983.

Roberto, Luvanor e Mirandinha, nomes mencionados na matéria do Jornal do Brasil de 16/05/1983, não viriam, mas o Flu acabaria montando um time de arrepiar.

Por último, não há como negar a simpatia pelo escudo do Royal, que é uma clara homenagem ao Tricolor. O time de Barra do Piraí encerrou suas atividades profissionais no campo em 1996.

A partida foi arbitrada por Jorge Emiliano, o Margarida, um ícone do futebol carioca nos anos 1980.

Foram cinco os confrontos entre Fluminense e Royal na história, todos amistosos, com quatro vitórias tricolores. Esta partida de 1983 foi a terceira entre os dois clubes, que já haviam se enfrentado em 1962 e 1966. O último jogo foi justamente em 1996, com a única vitória dos mandantes, também por 2 a 0.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#JuntosPeloFlu

Imagem: jb

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres