115 anos de pura paixão e glórias (por Marcus Vinicius Caldeira)

INFORMÁTICA PARA PEQUENOS E MÉDIOS AMBIENTES

Não me canso  de falar: “o Fluminense é a gênese do futebol carioca”. Se não fosse o Fluminense, o Rio de Janeiro estaria remando até agora. O único que só tem futebol na sua insignia, e isso não que dizer que não tenha sido maiúsculo em outros esportes: tiro, esportes aquáticos, volei, futebol de salão estão aí para não desmentir.

O Fluminense construiu do próprio bolso seu estádio, que foi a primeira casa da seleção brasileira e onde ela conquistou seu primeiro titulo internacional, o Sul-Americano de 1919. Sempre um pioneiro, um desbravador, um gigante.

Oscar Cox, quando trouxe o futebol para o Rio de Janeiro, e resolveu fundar um clube só para isso não imaginou que estaria criando um gigante arrebatador, um poço de paixão por parte de seus aficionados.

Neste, 21 de julho, o Fluminense completará 115 anos tendo de se reinventar. Com o país numa crise política, econômica, moral e ética sem precedentes, o mercado da bola como consequência retraído, enfrentando uma tentativa de espanholização do futebol brasileiro por parte da nefasta Rede Globo, e com problema fluxo de caixa por conta de gastos mau sucedidos com jogadores de futebol nos últimos anos, o clube tenta uma nova política para o futebol aproveitando ao máximo excelente divisão de base. Primeiro busca o jogador na base, depois vai ao mercado.

Quase conquistou o Carioca. Vem fazendo um campeonato mediano (sempre perto do bolo do G6, estamos a dois pontos no momento), mas com chances de dar um salto, bastando para isso reencontrar o bom futebol do primeiro quadrimestre.

Porém, esta semana, devemos deixar por ora o “stress” da disputa de campeonatos (apesar de termos dois jogos importantes em casa) e dedicarmos a ode ao nosso amado clube. Os festejos serão intensos. Dia 19, tem a sessão solene do Conselho Deliberativo. No dia 21, o grupo Tricolores de Esquerda promove uma roda de samba na Lapa para comemorar o aniversário do clube. No dia 22, tem a Flufest evento que se realiza o dia inteiro e que termina com uma bela festa com show de Paulo Ricardo no Salão Nobre. E dia 29, tem o tradicional Baile de Gala no Salão Nobre.

Ufa!. Muita comemoração! Mas nosso Fluzão merece.

E na semana do aniversário, o clube ainda estreará sua armadura nova do novo fornecedor de material esportivo, a Under Armour. E as camisas ficaram lindas. Tradicionalíssimas.

É isso aí!

Temos muito o que festejar.

Afinal, o gigante, nosso amado Tricolor das Laranjeiras, faz 115 anos de vida.

Obrigado Fluzão, por você existir em nossos corações

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @mvinicaldeira

Imagem: MVC

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres