Vitória 0 x 0 Fluminense (por Lucio Bairral)

lucio panorama green invertido

Vitória e Fluminense no Barradão. Com a zona da degola batendo à porta tricolor, uma vitória aliviaria as coisas. Fomos para o jogo com Cavalieri, Wellington Silva, Henrique, Renato Chaves e Willian Matheus; Douglas, Dudu e Cícero; Maranhão, Osvaldo e Magno Alves. O banco foi iniciado com Julio César, Jonathan, Nogueira, Giovanni, Pierre, Robert, Marcos Júnior, Samuel e Richarlison. Com um sentimento misto de desesperança e resignação, comecei a ver o jogo com o tesão de quem recebeu a promessa de ver a Suzana Vieira nua. É isso que conseguiram fazer comigo. Triste.

O jogo iniciou, mas não entramos em campo. Aos seis, nove e dezesseis minutos, o Rubro-negro perdeu gols relativamente fáceis. A primeira finalização tricolor foi aos 18 minutos, com Magno Alves, de cabeça. A impressão àquela altura era de que, se o Vitória tivesse um pouco mais de capricho, venceria com facilidade. Com 31 minutos, Marinho deu um lençol e chutou forte, por cima do Cavalieri, que precisou dar um passo para trás e se esticar todo para evitar o que seria um golaço. Aos 35 minutos, um barata-voa na nossa área. Sorte que não entrou. Não tínhamos meio, não tínhamos ataque e a defesa se segurava como dava. No final do primeiro tempo, mais um barata-voa. Nossa melhor chance foi aos 44 minutos, com Dudu, que pegou uma bola rebatida na entrada da área e chutou rasteiro, passando perto. E assim terminou a primeira parte do desespero.

A segunda etapa veio com Richarlison no lugar do Osvaldo e Samuel no lugar do Magno Alves. E no primeiro minuto, Dagoberto quase faz. Com 15 minutos, Dudu deu lugar ao Marcos Júnior. Pouco depois Samuel arrancou sozinho, entrou na área, sofreu o pênalti e a arbitragem marcou escanteio. Aos 24 minutos, uma chance tricolor com Willian Matheus e e Richarlison. Mais na vontade que na técnica. Até porque esse time até tem alguma vontade, mas não tem ABSOLUTAMENTE NENHUMA técnica. O que fizeram com o Fluminense? Como pode? Até que aos 31 minutos em um contra-ataque insinuante, Marcos Júnior, o Resolve, lançou Maranhão, que perdeu gol frente a frente com o goleiro adversário. Gol que poderia definir a partida. Com 38 minutos, quase um gol dos caras. A essa altura do jogo, torcia pelo fim do jogo e um empate fora de casa. Aos 40 minutos, um bela falta cobrada por Marinho que Cavalieri buscou. Falta na intermediária, no último lance de jogo, demoramos tão pouco para cobrar que o árbitro encerrou a partida antes mesmo da cobrança.

Nos últimos seis jogos, apenas cinco pontos. De 18 disputados. Contando com a vitória Mandrake contra o Flamengo, em que somente o jogo de camisas do Fluminense espalhadas no gramado venceriam a partida. Na boa, o time é HORROROSO! Dudu, Maranhão, Osvaldo, Henrique e tantos outros não imploraram na porta do Fluminense para serem contratados. Alguém foi até seus empresários e os contrataram. NÃO É POSSÍVEL que não exista em Xerém alguém melhor que essas caras. Aliás, existe. Mas Eduardo, Hygor Leite, Marlon e outros são emprestados para a vinda dessas amebas. Desanima. De verdade. DEVOLVAM MEU FLUMINENSE. E não, Suzana Vieira, não se anime. Encaro esse time, mas você, nem fod@$&$@…

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @luciobairral

Imagem: luba

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres