Torcedor, o principal patrocinador do Fluminense (por Felipe Fleury)

Quarenta e cinco mil tricolores foram ao Maracanã na última quinta-feira. É certo que, apesar da vitória Tricolor, não viram um grande jogo. Mas eu não quero falar sobre a partida, e sim sobre o público. Há muito tempo uma partida do Flu não é prestigiada por seus torcedor de forma tão eloquente. O adversário, a LDU, é claro, contribuiu. O horário da partida e os preços dos ingressos, também.

Deveria ser esse o caminho para o Fluminense sair do atoleiro financeiro em que está: a força de sua torcida. Nem sempre, porém, teremos adversários à altura da rivalidade que se criou com a LDU, nem sempre o horário será convidativo e nem sempre os preços serão permissivos. Mas é preciso que o torcedor Tricolor se engaje nessa luta. Muito embora a competição sul americana seja um caminho mais rápido para o Olimpo da Libertadores, o Flu ainda não está alijado da disputa pela vaga no Brasileiro.

Dar ao Flu um público similar a esse nos jogos em casa, é praticamente garantir que se mantenha sobre as próprias pernas até o fim da competição, sem que seja necessário desfazer-se de mais um jogador. E tudo depende da boa vontade da diretoria e do comprometimento do torcedor.

O time não está lá essas coisas, mas impulsionado pelo canto da arquibancada pode ir mais longe do que iria sem a força do seu torcedor. E a festa que se viu contra a LDU é uma festa que se espera ver sempre que o Tricolor entrar em campo. Por que não? É preciso realmente abraçar o Flu, como diz a campanha.

O torcedor, sempre digo, é o principal patrocinador de seu clube. Vale ajudar sendo sócio-torcedor, indo aos jogos e comprando os seus produtos oficiais. Em épocas de vacas magras, quando as portas se fecham, só o torcedor não pode fechar a sua para o seu clube do coração.

No Brasileiro ou na Sul-Americana, o entusiasmo deve ser o mesmo. Se o time se esforça em campo, o torcedor deve também fazer a sua parte e apoiar. O Fluminense precisa de seu torcedor, precisa de manifestações como aquela de quinta-feira, precisa sentir o calor que vem de cima. Ainda há tempo. O Flu pode conseguir o que não conseguiu ano passado, – uma das maiores oportunidades desperdiçadas de conquistar a vaga para a Libertadores – basta que mostre mais equilíbrio e persiga as vitórias nos jogos em casa. Para isso, a colaboração do seu torcedor será fundamental. E os cofres do clube agradecem.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @FFleury

Imagem: f2

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres