Todos ao Maracanan! (por Francisco da Zanzibar)

LIVRO – A ESSÊNCIA DO FDP BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO 2 – CLIQUE AQUI

Não me importa mais nada!

Ser tricolor é, acima de tudo, não ficar de viadagem e apoiar o team nas horas mais delicadérrimas, feito esta de agora: precisamos dos três pontos para que os beninos se estabilizem na competição, e que não venha nenhuma crise de berda por causa de duas derrotas. Não merecíamos perder para o Apitorinthians, podemos vencer o Cruzeiro porque é nosso freguês gostoso.

Ingressos acessíveis para os pobres, bom horário, o Maracanan (muito cafona, mas sempre Maracanan), domingo de tranquilidade, é tudo que o team precisa. Eu estarei lá com meu amigo Roger no setor diferenciado, gritando com todas as minhas forças pela nossa paichão (sic). Em que outro lugar você pode ver belas menininhas e lutadores carecas de tirar o fôlego da irmandade? Abafa!

O campeonato não tem nenhum bicho-papão, quanto mais uma bicha poderosa. Todos estão caidinhos, exceto um ou outro. Atuarei de forma convicta para trazer os reforços que o povo gosta. Com mais três homens de boa qualidade, que tenham estampa para vestir nossa camisa, o team pode surpreender e no mínimo ficar entre os oito primeiros. Darei tudo de mim para que isso aconteça. Peço um pouco de paciência para nossos torcedores.

xxxxxxxxxx

Quero dizer a todos os meus fãs que tenho batalhado por uma grande união no club. Em breve, será criado no Facebook o grupo C.U. (Conselheiros Unidos), de modo a trabalharmos em máxima defesa da agremiação que nos apaixona. Ser tricolor é andar de cabeça erguida e trabalhar pelo melhor, em nome de Deus e da Pátria, contra a corrupção e pela revolução. Juntos venceremos, com o C.U. progrediremos.

xxxxxxxxxx

A escritora Alva Benigno está preparando um segundo livro a meu respeito, baseado em frases ou parágrafos que eu tenha dito ou escrito. Em primeiro lugar, é uma amiga querida, mas se fosse uma bicha seria do tipo fanfarrona, que aumenta mas não inventa. Mentira, inventa muito, ela é muito criativaaaaaaa. Imagina se eu teria feito aqueles hor-ro-res do primeiro livro. Meus sais! Claro que era quase tudo brincadeira naquela loucura toda, tem um monte de porcaria, prefiro não comentar.

Não levem a sério tudo que vocês leem. Muita gente escreve pra debochar da cara de quem lê, e o leitor fica pensando sério, achando que é tudo verdade, quando não passam de babados sem sentido. Não sei se será gratuito desta vez, mas leiam. Ler é glamur (sic).

Que fique claro para todos: eu sou família, sou um homem de bem e sou contra a pederastia em todas as suas manifestações. Viadagem é coisa de velho michet, e eu sou um jovem senhor contra todas as formas de corrupsção (sic).

xxxxxxxxxx

No momento, não há como negar: o bofe do team (e alegria dos blogayros no armário) é o Pablo Dyego. Uma jovem promessa que tem muito a nos oferecer.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#JuntosPeloFlu

Imagem: zan

Comentário