Sofrendo, mas sem perder a fé (por Paulo Rocha)

No decorrer da minha vida, na qualidade de torcedor do Fluminense, seja como profissional de imprensa ou mesmo simples torcedor, já vi momentos horríveis do futebol tricolor. O final dos anos 1970, dos 1980, dos 1990 (este, em especial, o pior de todos eles)… Por isso, não tenho dúvidas em afirmar: estamos na merda mais uma vez.

O time que o Fluminense dispõe neste início de temporada é horroroso. De dar pena. O curioso é que, no segundo tempo do empate com o Botafogo, tivemos a impressão de que as coisas estavam, ainda que timidamente, no rumo certo. Pura ilusão. Bastou uma atuação ridícula no jogo seguinte para cairmos na real.

Não me recordo de, em toda a minha de vida, ficar feliz por empatar com a Portuguesa da Ilha. Mais do que feliz, aliviado. O adversário, que nos dominou amplamente e mandou duas bolas na trave, só não nos venceu devido a um pênalti claro não marcado a seu favor e por ter desperdiçado várias oportunidades cometendo erros no último passe.

Aguardamos ansiosamente que mais reforços sejam contratados, que as lesões não nos perturbem tanto quanto no ano passado e que não surjam dívidas inesperadas para bloquear os sofridos – e parcos – recursos que conseguirmos angariar. A situação é essa. Sinistra.
Os leitores deste espaço sabem, porém, que não tenho vocação para profeta do apocalipse. Sempre nutro esperança de que é só uma fase, que vamos melhorar, afinal, futebol é cíclico. Como eu disse no início da coluna, já passamos por merdas descomunais. E conseguimos sair delas para retomar nosso caminho de glórias.

Portanto, não estou aqui para defender ou acusar diretoria. Torço para que acertem, que objetivem sempre o melhor para o Fluminense FC. O time atual está uma merda? Até o próprio Abel parece um pouco aturdido diante de tantas dificuldades? Sim, é inegável. Mas podemos sair dessa. Espero que todos os tricolores de verdade tenham, em primeiro lugar, o amor ao nosso clube. E que apoiem de todo o coração. Não há mal que dure para sempre.

Se nós, torcedores do Fluminense, não nos unirmos em apoio ao clube neste momento, seremos massacrados pelos invejosos de plantão que desejam o nosso mal. Por aqueles que tentam nos eleger vilões do futebol brasileiro e procuram renegar nossa trajetória vitoriosa. Somos nós contra tudo e contra todos. Nada que já não tenhamos enfrentado. E vencido.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#JuntosPeloFlu

Imagem: paro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres