Ruim, mas nem tanto (por Márcio Machado)

Ufa! Vitória em clássico com muito sufoco, um alívio maior na tabela que não será fácil ao longo desse mês.

Na hora de analisar o que ocorreu no Clássico Vovô cabe comentar algumas coisas que circularam por torcida e blogs diversos.

O time do Fluminense é ruim?

Definitivamente é, um elenco mal equilibrado e cheio de jogadores que eu já chamei de ponta de estoque, sobrando por aí e que foram sendo catados na janela.

A coluna do Mauro Jácome aqui no PANORAMA da semana passada mostra bem isso, mas, ao contrário do diagnóstico dele -que vê fraqueza nisso -, eu enxergo jogadores que, salvo o Everaldo, já tiveram momentos bem melhores na carreira, potencial comprovado e que mesmo sem salários têm de correr muito para sair do buraco onde estão.

Comparado ao time do Botafogo, também fraco e com atrasos salariais idem, com jogadores mais para time pequeno mesmo, veja quem correu mais.

É óbvio que o Fluminense não pode ser lugar para jogadores em recuperação nem casa de bagunça financeira, mas é importante destacar que isso está funcionando minimamente até agora dentro das possibilidades, não eliminando contudo a hipótese de uma crise à frente.

Se ela – a maldita crise – não vier, temos equipe suficiente para pelo menos lutar por uma vaga na Copa Libertadores, seja pelo Brasileiro ou via titulo da Sul-Americana. Claro, é importante que o Pedro volte logo, pois ainda que o time do Flu seja mal treinado, ainda consegue ter volume de jogo que não vem sendo aproveitado. Quanto a Kayke, está muito sem ritmo ainda, o que também pode mudar a qualquer momento.

Mesmo que a defesa tricolor não seja das melhores, o Brasileirão está marcado por ataques muito ruins: a média de gols do último fim de semana foi um por jogo, portanto dá pra se virar com os zagueiros que temos no elenco e até para aproveitar melhor o Ayrton Lucas, que merece atenção às suas seguidas falhas.

O ideal seria jogar no 3-5-2 e ajustar em definitivo o time que teria uma base sólida atrás e mais opções de armação pelos lados, principalmente para quando o Gilberto se recuperar da contusão.

O time é do Fluminense é ruim, mas não o suficiente para cair. Certamente tem quatro ou mais times piores na competição.

Cabe à torcida comparecer e apoiar de forma critica, se possível não deixando esse grupo político à frente do clube jogar mais um ano fora no final por absoluta incompetência financeira.

ST.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri 

Comentário