Resultado mentiroso, placar injusto (por Marcus Vinicius Caldeira)

O futebol nunca foi e nunca será justiça ou será justo sempre. Futebol é quem mete mais bola na rede do adversário. Quem fizer isso ganha a partida. Simples assim.

Mas, vou te falar. Há muito tempo não via um placar tão mentiroso em relação ao que foi a partida e um resultado tão injusto quanto o de ontem no Engenhão. Perdemos um jogo onde oitenta por cento (estimativa) das tentativas ofensivas foram do Fluminense.

O primeiro tempo, então, a diferença foi gritante. Só o Fluminense procurava o jogo e o Botafogo errava passes em demasia. Fluminense criou pelo menos umas três boas oportunidades de gol até tomar o gol em lance que Ayrton Lucas marcou de forma frouxa o jogador alvinegro que cruzou para gol de cabeça deles.

Mas, o Flu não se abateu, continuou com a posse de bola e logou achou o gol de empate em golaço de Pedro de peito.

O segundo tempo voltou da mesma forma, com o Botafogo mal e o Fluminense bem melhor. Porém, em escanteio cobrado e vacilo (mais um) da defesa tricolor, Kieza marcou. Aí neste momento, o Fluminense se perdeu por dez minutos e foram os únicos dez minutos onde o Botafogo foi melhor.

Abel colocou o time mais ofensivo tirando Richard e Luan Perez e colocando Pablo Dyego e Robinho.

O Flu voltou a carga criando muitas oportunidades que esbarraram ora no goleiro Jefferson (agarrou muito) ora na incompetência dos atacantes nas finalizações como foi no gol perdido por Marco Junior, cara a cara com o goleiro alvinegro.

No fim, uma injustiça sem tamanho. Na saída do Engenhão, vi alguns alvinegros comentando que estavam felizes pela vitória e muito mais porque ela veio com o time jogando menos que o adversário.

É para se lamentar e muito este resultado. Fluminense tinha que ter matado o jogo no primeiro tempo. A gente fica feliz pela partida, mas Abel tem de treinar muita finalização com os atacantes e muita bola parada pelo alto no sistema defensivo do Fluminense.

A lamentar também a postura patética da diretoria do Botafogo que colocou os 10% de ingressos para a torcida tricolor e não deu estacionamento gratuito (o que é praxe) para os frequentadores do camarote da diretoria do Fluminense.

Pior só o GEPE com a estapafúrdia ideia de segurar a torcida do Fluminense até a que a do Botafogo saísse como se faz com torcidas de times de fora do Rio. Bizarro!

Que a torcida não esfrie os ânimos com o time que, mesmo com a derrota, jogou muito melhor com adversário e vem mostrando muita luta e garra nos jogos.

Até domingo contra o Atlético Paranaense.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @mvinicaldeira

#JuntosPeloFlu

Imagem: calder

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres