Portuguesa-RJ 0 x 3 Fluminense: atuações (por Mauro Jácome)

mauro jácome panorama red

Com meia hora de atraso, devido às chuvas e ao consequente alagamento do campo de Los Larios, o jogo começou mesmo com muitas poças ainda. Abel chiou, mas não adiantou.

Apesar de o lado direito de ataque estar em piores condições, o Fluminense passou mais de 10’ insistindo em brigar com o aguaceiro. Faltava inteligência para perceber que o meio e a esquerda permitiam que a bola rolasse. Dessa forma, os avanços não rendiam. Enquanto isso, a Portuguesa evoluía e conseguiu duas conclusões de média distância.

Aos poucos, o Fluminense foi entendendo o campo e passando a utilizar os pedaços mais secos. Inclusive, Lucas fechou mais para o centro e foi dele o início do gol de abertura do placar. Lançou Douglas na área pelo alto, que ajeitou de cabeça para Dourado escolher o canto. Daí em diante, até o final do primeiro tempo, o Fluminense forçou pouco.

Na volta do intervalo, o ritmo foi o mesmo. O Fluminense procurou trocar passes e chegar ao gol da Portuguesa com movimentação e infiltrações. Aos 12’, numa boa troca de passes, Wellington recebeu de Dourado e rolou de calcanhar para Léo encher o pé. 2×0. Virou treino. Alguns ataques desperdiçados e um belo gol de Gustavo Scarpa para fechar a conta.

JÚLIO CÉSAR

Boa defesa aos 3’1ºT, num chute da intermediária. Depois, só teve trabalho novamente aos 33’2ºT.

LUCAS

Muitas dificuldades no primeiro tempo com água até às canelas, tanto atrás, quanto no ataque. Foi esperto e se posicionou na meia, com isso, subiu de rendimento. Começou a jogada do primeiro gol ao ver e lançar Douglas livre na área. No segundo tempo, mesmo com o lado melhor do campo, pouco arriscou.

RENATO CHAVES

Alguns problemas no início até o Fluminense ajustar a marcação na sua intermediária. Depois disso, teve tranquilidade e arriscou algumas subidas ao ataque. Foi soberano nas bolas aéreas.

HENRIQUE

Muito bem nas bolas no chão, lendo a trajetória e antecipando-se. Partida sóbria.

LÉO

Fez um belo gol, mas tem um sério problema nas subidas ao ataque: começa bem as jogadas, mas termina mal, ao errar muitos passes ou ao cruzar errado. Tem um bom arremesso nos laterais para a área, no entanto, o time ainda não está bem entrosado para aproveitar.

OREJUELA

Depois que se acertou com o estado do gramado, dominou o meio-campo defensivo e empurrou o meio-campo da Portuguesa para trás. Impressiona a facilidade com que dá prosseguimento ao recuperar a bola.

DOUGLAS

Fez investidas contra a linha de zaga da Portuguesa, inclusive procurando o choque e faltas perto da área. Ótima visão ao ajeitar a bola para Dourado marcar. Mais devagar no segundo tempo.

SORNOZA

Não fez um bom primeiro tempo. Porque o lado direito estava impraticável, foi para o meio e por ali já tinha Scarpa e Douglas. O seu jogo não fluiu. Na etapa complementar, melhorou e ajudou na construção das jogadas.

MARQUINHO

Não fez nada.

GUSTAVO SCARPA

No começo, insistiu em carregar a bola para a direita, de encontro às poças d’água, dificultando a organização das jogadas. Quando foi para o meio, melhorou, mas o setor estava congestionado. No segundo tempo, jogou em ritmo de treino, inclusive, no seu belo gol: saiu “dibrano” os zagueiros e bateu cruzado.

WELLINGTON SILVA

Disperso, fez uma única boa jogada no primeiro tempo. Cresceu no segundo e criou bons lances, inclusive, no segundo gol.

MARCOS JUNIOR

Perdeu ótima oportunidade aos 38’2ºT, ao entrar sozinho e chutar para fora. Só.

HENRIQUE DOURADO

Brigou muito com a zaga da Portuguesa. Estava no lugar certo, na hora certa e fez 1 x 0. No entanto, precisa melhorar o posicionamento, pois é difícil de encontrá-lo em vários ataques.

LUIS FERNANDO

Entrou para segurar o meio-campo que, naquele momento, estava aberto. Cumpriu bem a função.

ABEL

Escalou o que tinha de melhor. Orientação importante para que o time não insistisse pela direita, onde o campo estava alagado. Fez as substituições corretas, principalmente a de Luiz Fernando, num momento em que a Portuguesa encontrava espaços para avançar.

PORTUGUESA

Não existe.

ARBITRAGEM

Perfeita.

PLACAR DO LUIZ CARLOS JUNIOR

Falou que o Fluminense está 100% 7 vezes, que não tomou gol quatro e que Los Larios é perto do CT de Xerém 3 vezes… Cansativo…

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

Imagem: maj

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres