O ó do bobó da Serra do Caparaó (por Conde Francisco da Zanzibar)

PEDACINHOS DA COPA – CLIQUE AQUI.

Meus súditos,

Quero dizer que estou trabalhando nas internas para que o club tenha um caminho de otimismo, fé e perseverança.

É notável que estamos passando por dificuldades porque temos vivido mais duros do que diamante, darlings, mas acontece que o nosso club é um felômeno (sic) na natureza e há de galopar por caminhos mais nobres, feito o imponente alazão pelas trilhas da floresta até chegar ao glamour do castelo. Mas o nosso é alazão, não esses jumentos que passam por aí.

Tenho a confiança de que os beninos vão passar por cima do team do Morumbi. É cara a cara, é olho no olho e é nesta hora que os verdadeiros machos podem dizer porque vieram ao mundo.

Com uma semana de preparação, o treinador saberá dar o melhor de si para que o team conquiste da vitória contra o São Paulo e, assim, respire melhor na tábua dos classificados. É dando que se recebe, sem mágoas nem rancores. Dando tudo de si, o team pode encarar qualquer rival em qualquer campeonato. Da arquibancada, eu saberei conseguir os melhores prêmios pela vitória.

Ainda tem tempo até domingo, mas quando ele chegar seremos tu-do. As monas de SP que se segurem, com o novo grito das arquibancadas: “Ó, ó, ó, serra do Caparaó/ não somos grande coisa/ somos o ó do bobó”. Só não me perguntem de como resolver problema de dinheiro: não tenho um tostão daqui ao Afeganistão.

O benino Pedro vai voltar com tudo e sede de gols também. Quem viver, verá; quem não viver, é porque já virou purpurina. Abafa! Confiança é tudo: ela é que abre os caminhos mais gostosos da vida.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Comentário