O banho-maria (por Luis Brito)

banho maria
O Fluminense começou 2013 de uma maneira que ninguém imaginou que fosse começar, devagar. Diferente do que vinha acontecendo em 2012, o elenco que fora mantido para a temporada de 2013 não se manteve vitorioso como aquele que brilhou nos gramados brasileiros, onde conquistou os campeonato Carioca e Brasileiro – o ano novo chegou e o estilo de jogar parece ser menos eficiente que o do ano passado.Por que o time tricolor não consegue engrenar na temporada, se o elenco se manteve? O conjunto é o mesmo e a única perda foi do Carleto na lateral-esquerda – por sinal não faz falta nenhuma. O time parece não encontrar aquele futebol vistoso, mas tudo existe uma explicação e “N” motivos para o que acontece no Fluminense.

Alguns dizem que o clube não honrou com a premiação prometida de R$ 3 Milhões para a conquista do Brasileiro, outros dizem que o elenco ainda não conseguiu engrenar, pois o começo de temporada é sempre complicado e dificilmente um time começa voando – apesar de vermos o Atlético-MG manter a pegada e talvez até jogando melhor em 2013 – a temporada é longa, mas o tricolor precisa lembrar que a Libertadores já começou e não podemos ficar em banho-maria, pois depois de dois jogos, outra competição começará – (Grêmio (F) e Caracas ( C )) – e ela atende pelo nome de “mata-mata” da Libertadores.

Elenco, o Flu possui um dos melhores do Brasil. É fácil dizer quem se compara com o clube das Laranjeiras: Atlético de Minas e Corinthians são os dois melhores do Brasil junto com o Fluminense. Contudo, estes dois já estão classificados para a competição para a segunda fase da Libertadores; agora falta ao Fluminense começar a esquentar e jogar o futebol eficiente de 2012. Jogando o que jogava, ninguém é capaz de derrotá-lo.

O campeonato carioca não é termômetro para nenhum clube que joga a Libertadores, muito menos preparação, mas infelizmente é o que a CBF oferece e é preciso jogar.

Buscando a conquista da inédita Taça Libertadores, o Fluminense procura aumentar a temperatura do fogão e começar a queimar os adversários – e assim começar a sair do banho-maria. Já diante do Grêmio, na próxima quarta-feira, onde jogará ou melhor, o Flu testará a sua verdadeira qualidade diante da equipe gremista, frente aos torcedores gaúchos.

Pra cima, avante!

Luís Brito

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Comentário