Nunca foi fácil (por Luís Brito)

nunca foi fácil

A vida do Fluminense nunca foi fácil, nem as conquistas que o clube conseguiu foram com facilidade.

E como não lembrar 2009 e pensar naquela arrancada que marcou tanto quanto o título do rival rubro-negro?  É por essas e outras que eu acredito até o final que o rebaixamento não irá se concretizar, pelo menos para o Fluminense; já ao rival vascaíno, a chance é muito maior.

É complicada a vida do Fluminense: faltam 6 jogos, 3 fora e 3 dentro. Os jogos dentro de casa são contra o Náutico, São Paulo e Atlético de Minas. A matemática aponta 46 pontos para se livrar da queda; hoje o Fluminense contabiliza 36, logo faltam 10. As vitórias em casa resultam na soma de 9 pontos.

Onde quero chegar? Em você leitor e torcedor!

Não deixe de cumprir o papel e se faça presente nas arquibancadas do Maracanã.

É evidente que o estádio ainda não pegou a magia de caldeirão, muito menos de alçapão, mas podemos transformar o que já foi o maior do mundo em um verdadeiro inferno para quem for jogar aqui no Rio de Janeiro.

Como não lembrar as festas em 2009? Palmeiras, Inter, Vitória… Belas festas, que saudade. Ah que saudade! Vamos reviver aquele momento histórico e sair dessa zona desconfortável.

Nunca abandonamos, nem mesmo quando caímos, e fomos parar na Série C. Hoje o Fluminense se reestruturou e é uma das maiores forças do Século 21, sendo até o melhor carioca em questão de títulos (dois Brasileiros e uma Copa do Brasil).

Subimos e vencemos, perdemos e caímos e em todas essas situações estivemos juntos; é melhor esperar para apoiar em 2014 ou apoiar agora antes que o pior aconteça? Tenho certeza que nem o tricolor mais pessimista com esse time quer assistir o Fluminense rebaixado no final do ano.

A partida de logo mais é complicada, jogaremos contra o desestabilizado time do Corinthians, entretanto um qualificado elenco que o Tite possui em mãos. O jogo é importante; se não vencermos, a possibilidade de entrarmos na zona de rebaixamento é enorme.

A vitória é essencial precisamos vencer, até o empate é lucrativo, mas na situação que nos encontramos a única porta que devemos encontrar são a dos 3 pontos.

Vamos tricolor, como diz os cantos da arquibancada, “Com garra e com raça”.

Vamos lutar, e, por favor, lutem até o fim.

Não pense que só os 11 em campo vão resolver. Você também precisa ser a diferença e bombear esse coração. Dê o sangue nas arquibancadas para sairmos do quadro que nos encontramos.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @datluis

Imagem: google.com

Prezado (a) leitor (a), é sempre uma honra a tua presença aqui, bem como os comentários que podem ser tanto elogiosos quanto críticos ou divergentes – tudo altamente salutar. Contudo, atendendo aos procedimentos estabelecidos no PANORAMA em prol da excelência literária que marca este sítio, não serão publicados comentários ofensivos ou lesivos à imagem de terceiros sob qualquer espécie. O mesmo vale para comentários em caixa-alta. Os cronistas respondem juridicamente por suas publicações. Divergência nada tem a ver com estupidez e grosseria. Muito obrigado. 

1995 PEQUENO
DR PEQUENO

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres