Mais um dia em Moça Bonita (por Ise Cavalieri)

INFORMÁTICA PARA PEQUENOS E MÉDIOS AMBIENTES

No outro jogo que aconteceu em Bangu, relatei sobre a sensação gostosa de desmaio causada pelo clima “ameno” do bairro. Pelo menos dessa vez, São Pedro deu uma colaborada e lá fomos nós mais uma vez apoiar o Fluminense.

Infelizmente, a guerra de egos dentro da própria torcida tem sido uma vergonha para nós, além de também afastar torcedores do estádio. O Fluminense não precisa apenas de torcida A ou B, mas sim de torcedores que compareçam com a intenção de empurrar o time, porque de bagunça e guerrinhas desnecessárias já estamos cheios. Não adianta ganhar em campo e perder na arquibancada.

Mas ainda bem que o futebol também é cercado de boas vivências. É preciso deixar registrado que o ambiente do futebol pode sim, ser apenas de paz.

Embora esteja acostumada frequentar o bairro e ir ao estádio de Moça Bonita, precisei fazer um percurso um pouco diferente do que habitualmente faço, estava sozinha, afinal o horário impediu que muitos comparecessem. Fiquei um tanto confusa e, em certo momento, só me restou abordar um torcedor do Madureira que avistei ainda dentro do ônibus, embora com um pouco de receio.

O mesmo gentilmente me explicou o caminho, caso precisasse ir sempre por ali. No breve circuito, comentamos sobre as loucuras que fazemos para apoiar nossos times, de ir a lugares distantes, às vezes desconhecidos, enfrentar calor de 40° à fortes chuvas e etc.

Chegou a hora onde cada um deveria seguir para seu lado e, para finalizar, ele ainda desejou um bom jogo. E realmente foi, não no placar, mas foi um belo exemplo do que pode ser todo torcedor. Não importa se é do Madureira, Flamengo, Botafogo ou Vasco: esse deveria ser o único tipo de acontecimento em todas as partidas.

Mas se fora do campo teve essa bola dentro, dentro dele a bola fez raiva. Empatezinho com gostinho de derrota; Chances claras de gols que não foram convertidos, a defesa que parecia uma avenida (esse ano a zaga ainda não havia entrado em campo morta). E se, dos males o menor, pelo menos não afetou nossa belíssima vaga na semifinal.

E lembrar da semi é lembrar também do Flamengo. Lembrar que fim de semana tem Fla x Flu, clássico digno de excelente público, se não fosse mais uma vez de preços exorbitantes (ainda mais se tratando de time reserva), afastando grande parte das pessoas mesmo em Cariacica.

A melhor parte de tudo: que ainda tem muito Fluminense semana que vem. Toda a torcida em peso no Maracanã. Estamos indo de volta pra casa.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @isefinato

Imagem: ise

CENAS DO CENTRO DO RIO – CLIQUE AQUI

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres