A lucidez de Rodolfo (por Paulo-Roberto Andel)

Hoje em dia todo jogador contratado é reforço nas manchetes, uma sentença discutível em muitos casos. Reforço mesmo é o jogador que, ao ocupar uma posição em campo, tem um desempenho melhor do que o antecessor.

Sem dinheiro, o Fluminense tem feito apostas, aliando critérios técnicos a idades ainda jovens para a afirmação no futebol. Dentro do cenário atual, é um caminho.

Nunca me canso de dizer aos mais esquecidos: esta foi a fórmula que resultou em grandes títulos tricolores. Hoje, não: trata-se da sobrevivência. Agora, deem uma espiada no cenário do futebol brasileiro neste início de temporada e, tirando o riquíssimo Palmeiras, que grandes equipes estão cumprindo brilhantes atuações?

Resumindo: ter um time modesto e sem estrelas não precisa significar pré-rebaixamento.

O lateral Léo e o goleiro Rodolfo foram apresentados nesta segunda-feira. Particularmente, gostei muito da lucidez do goleiro na coletiva, especialmente quando falou de seu problema de saúde e a busca da superação.

A questão das drogas, legais ou ilegais, está muito presente em nossa sociedade, e explica muito da violência permanente em que vivemos, nas ruas, nas comunidades, nos condomínios e até mesmo na internet – do Fluminense, inclusive. Nem todo mundo tem condições de encarar o problema. Rodolfo teve, voltou ao futebol e vê no Tricolor a sua grande chance.

É a antítese do chamado “milionário entediado”, o contratado burocrata sem grande empenho; por isso mesmo, parece promissora.

Ao contratar e acreditar na recuperação do goleiro formado no Atlético-PR, o Fluminense mostra uma postura diferente – e melhor – do que em casos como o do jovem atacante Michael (e outras joias de Xerém que não ganharam as manchetes, ainda que tivessem o mesmo problema), bem como o da abrupta demissão do zagueiro Renato Silva em 2007, flagrado pelo uso de maconha.

O tempo vai dizer se Rodolfo, Léo, De Amores, Aírton e outros futuros contratados serão mesmo o que se espera de reforços. Agora, torço muito para que a sinceridade e a lucidez de Rodolfo sejam um plus a mais para um elenco ainda tão desacreditado em tempos de ódio delivery pré-fabricado.

Melhor do que o Felipe Garcia com certeza já é, mesmo sem ter jogado.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @pauloandel

#JuntosPeloFlu

Imagem: rap

Comentário