Fluminense 3 x 0 Volta Redonda: atuações (por Mauro Jácome)

O xerifão tricolor, Abel, resolve poupar radicalmente. Mandou a campo um misto de reservas com garotos do Sub 20. Marcos Felipe, Reginaldo, Frazan, Marcos Calazans, Wendel, gente que o torcedor não está acostumado nem no banco. Pierre tem idade para ser pai de muitos desses.

1º TEMPO

Mesmo com um time novo, cujo desentrosamento seria natural, o Fluminense começou com uma marcação alta e, consequentemente, com o domínio territorial e posse da bola. Aproveitando os espaços que o Voltaço dava na intermediária, Richarlison, Marcos Junior, Lucas Fernandes e Marcos Calazans pela esquerda trabalhavam em velocidade.

Aos 10’, Renato recebeu livre na direita e cruzou na cabeça de Richarlison, que mandou raspando a trave. Na segunda tentativa saiu o gol. Marcos Junior roubou uma bola e tocou para Richarlison, que avançou, driblou para o meio e bateu no cantinho. 1 x 0. O Fluminense continuou muito intenso. Quando o relógio chegava aos 32’, Marquinho bateu bem um escanteio e Reginaldo subiu e testou no canto para fazer o segundo. Quando eu ainda estava descrevendo esse gol saiu o terceiro. Novamente na cobrança de escanteio, Marcos Junior jogou na área e no bate-rebate Richarlison enfiou o pé e mandou no alto, sem chances para Douglas Borges.

Foi um primeiro tempo muito bom do Fluminense com intensidade, movimentação e muita luta pela posse de bola.

2º TEMPO

O Fluminense voltou menos intenso, com mais trocas de passes e chamando o Volta Redonda para explorar contra-ataques. E quase fez o quarto num lançamento longo para Maranhão, que entrou livre, mas bateu fraco. Aos poucos, o tricolor foi diminuindo o ritmo e deu espaços para o Volta Redonda chegar. Aos 33’, numa jogada em que David estava impedido, Marcelo de Lima Henrique marcou pênalti. Marcos Felipe manteve a invencibilidade da meta tricolor no campeonato.

O desgaste do primeiro tempo e as alterações fizeram com que o Fluminense caísse muito de produção. Marcos Felipe foi o grande nome no segundo tempo.

MARCOS FELIPE

Fez duas ótimas defesas seguidas: na primeira, fechou o ângulo; na segunda, pegou o pênalti. No final, fez mais uma defesa salvadora ao sair nos pés de Higor Leite. Grande atuação no segundo tempo.

RENATO

Fez uma partida razoável. Poderia ter arriscado mais.

REGINALDO

Sem trabalho atrás, arriscou subir ao ataque. Fez de cabeça e quase marcou um gol de placa após passar por quatro adversários. Mês com irregularidade do lance, fez pênalti infantil, desnecessário.

FRAZAN

Optou por um futebol sóbrio e foi bem. Não terminou o jogo, saiu com câimbras.

MARCOS CALAZANS

Solto e ousado. Foi para cima e procurou chegar ao fundo ou em diagonal com dribles e muita velocidade. Só foi parado com faltas. Sei não, mas achei que pode ter mais oportunidades no time titular. Tem qualidades o garoto.

PIERRE

Dominou completamente a frente da área defensiva. Só ficou para trás nas bolas compridas do Volta Redonda. Terminou o jogo na zaga no lugar de Frazan.

WENDEL

Parecia que já estava no elenco principal há anos. Tranquilo, trocou passes, lançou, inverteu jogadas, chutou e auxiliou Pierre na marcação.

OSVALDO

Não serve nem para chutar cachorro morto.

MARQUINHO

Aos poucos foi entrando no jogo e fez a ligação entre a defesa e o meio-campo mais avançado. Deu importante suporte para os companheiros subirem ao ataque.

LUCAS FERNANDES

Começou mais preso atrás, mas logo se soltou e se emparelhou com Marcos Junior para comandar o jogo na intermediária adversária. Correu muito e distribuiu bolas importantes para o os atacantes. Saiu sentindo a perna.

DANIELZINHO

Pouco efetivo. Entrou num momento em que o Fluminense não era mais dono do jogo.

MARCOS JUNIOR

Muito ligado, pressionou a saída do Volta Redonda, roubou bolas, lançou, bateu escanteios. Fez um ótimo primeiro tempo. Saiu no intervalo.

MARANHÃO

Entrou para explorar a velocidade e perdeu um gol aos 15’2ºT sendo lançado livre pelo meio. Foi só, depois só ciscou.

RICHARLISON

Voltou da Seleção Sub-20 com a confiança lá em cima. Fez 1 x 0, 3 x 0 e 4 x 0, mas esse gol foi anulado incorretamente. Correu, deslocou-se, perdeu gols. Tem muita facilidade para se deslocar e aparecer livre, mas ainda falta um pouco de tranquilidade para dominar e concluir.

ABEL

Ao contrário do jogo contra o Internacional, preferiu um time bastante jovem. E deu certo. O Fluminense voou no primeiro tempo e, mais uma vez, matou o jogo nos trinta primeiros minutos. As substituições não surtiram efeito e o time perdeu o controle do jogo.

VOLTA REDONDA

Não sabe nem bater pênalti.

ARBITRAGEM

Conseguem errar num jogo tão fácil como esse. O auxiliar errou em não marcar impedimento de David no lance do pênalti. O outro auxiliar errou feio também ao marcar impedimento de Richarlison, que seria o quarto gol. E MLH está muito pesado.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

Imagem: jac

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres