Fluminense 3 x 0 Cabofriense (por Marcelo Vivone)

Fluminense-Cabofriense-Campeonato-Carioca-MendesLANCEPress_LANIMA20150326_0342_51

Início de jogo, técnico novo, eu, como a maioria da torcida, boladovsky com o treinador escolhido pela diretoria e o mesmo time lento, sem movimentação e aparentando muito pouca vontade de ganhar o jogo.

Pênalti pro eurico (com minúscula mesmo).

Nesse cenário, até a parada técnica, apenas uma jogada perigosa, nascida dos pés do Kenedy aos 15 minutos. Nosso atacante dominou bonito, deu o corte pra dentro e, da quina da grande área, bateu em curva no canto oposto do goleiro. O ex-jogador do Fluminense fez bela defesa e mandou para escanteio.

Logo após a parada técnica surgiu nosso primeiro gol. A Cabofriense foi ao ataque, Wagner roubou a bola e nosso time partiu em velocidade (pela primeira vez no jogo) no espaço deixado pelo adversário. Wagner conduziu e tocou para Kenedy que driblou para o meio já na entrada da área do adversário e tocou para Gérson. Nosso talentoso meia deu bonito drible e chutou no canto esquerdo, sem chance para o goleiro. 1 x 0

Pênalti pro rubinho (também com minúscula).

Depois do gol, nosso time voltou ao ritmo lento e somente aos 38 voltamos a ameaçar a meta do adversário. Jean cobrou bem uma falta sofrida pelo Kenedy na entrada da área.

Nada mais aconteceu nessa etapa da partida.

Gostei do primeiro tempo do Kenedy e, pelo belo gol, do Gerson.

Veio o intervalo e… pênalti pro Vasco.

Começo de segundo tempo e… isso, pênalti pro rubinho.

Nosso time pareceu ter tomado um choque do treinador no intervalo. Jogadores ligados, diminuindo espaços, mordendo o adversário, marcando pressão quando estava sem a bola. Com a posse de bola, mais velocidade na troca de passes e maior movimentação dos demais. Um esboço de tudo que a torcida pede há algum tempo.

Com esse padrão, não tardou e tivemos boa oportunidade em bela troca de passes entre Wagner e Fred. Nosso camisa 9 da entrada da área tentou tirar do goleiro e chutou rente à trave esquerda.

Pênalti pro eurico.

Aos 10 minutos o primeiro perigo contra nós em perigosa cobrança de falta do Gerson do adversário.

Aos 12, ganhamos o escanteio num cruzamento errado de Gerson que obrigou o goleiro adversário a colocar a bola para escanteio. Na cobrança de Jean, Marlon ganhou na cabeça e a bola sobrou para Edson, em condição de jogo, livre marcar. Incrivelmente o bandeira não marcou impedimento e deixou nosso time marcar o gol (esse auxiliar deve pegar uma geladeira e não trabalhar mais no campeonato). 2 x 0.

Aos 14, bonita jogada de Jean que chutou de esquerda no canto do goleiro que se esticou e colocou para escanteio.

Mantivemos a pegada até a parada técnica, quando nosso novo treinador fez uma substituição que até então não tinha acontecido. Quem entrou foi Vinícius, até aí nada de novo, mas quem saiu foi Wagner. Com Cristóvão o escolhido era Gerson e a torcida sempre contestava.

Pênalti pro Vasco.

Depois da parada o time voltou a se desinteressar da partida. Levamos o jogo baixa rotatividade e, aos 33, Geovanni e Vinícius tabelaram pela esquerda. Vinícius fez um cruzamento para Fred que não tinha como perder o gol. 3 x 0.

Aos 35, uma grande novidade. Nosso presidente, que acabara de fazer o gol, foi substituído pelo nosso jogador de 100 kg. Conforme deu a entender o novo treinador, seu pensamento é de que Walter seja aproveitado no lugar do Fred e não junto com o titular.

Aos 39, Kenedy deu lugar para Lucas Gomes e, na sequência, o adversário teve seu segundo lance de perigo, numa cabeça de Fabrício Carvalho.

Pênalti pro Eurico.

Aos 41, boa tabela pela direita e Wellington Silva cruzou para Lucas Gomes marcar. O atacante deu apenas uma raspada na bola que passou rente à trave direita do adversário.

Fim de papo.

Público pagante de menos de 3 mil pagantes, pên… não. Gooooooooool da dupla eurico/rubinho!

Na partida de hoje, o padrão do novo treinador apareceu em alguns posicionamentos dos jogadores, como o caso de Gerson ser utilizado por dentro, ao invés de aberto. Outras mudanças observadas foram referentes às substituições, com Gerson não sendo sacado e Fred dando lugar ao Walter.

Nosso treinador Bukovsky tem muita coisa pra acertar e começar com vitória certamente lhe dará alguma tranquilidade para iniciar seu trabalho.

Espero que semana que vem os treinamentos em horário integral ressurjam, como uma Fênix, nas Laranjeiras. Vou aguardar ansioso a divulgação no site do Fluminense da grade de trabalhos previstos.

“Pênalti pro Eurico, rubinho e Vasco” nesse campeonato do Eurico é a nova versão do “Gol da Alemanha”, da Copa do Mundo.

Panorama Tricolor

@Panoramatri @Mvivone

Imagem: lancenet.com.br

#SejasóciodoFlu

capas o espirito da copa + cartas do tetra 02 2015

Comentário