Esse time é de guerreiros! (por Marcus Vinicius Caldeira)

LIVRO – A ESSÊNCIA DO FDP BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO 2 – POCKET FINAL

LIVRO – A ESSÊNCIA DO FDP BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO – POCKET FINAL

Você pode ser contra a diretoria e não gostar da gestão. É um direito.

Você pode ter saudade das grandes contratações da Unimed. É de cada um.

Você pode achar que só se faz bom futebol gastando centena(s) de milhão(ões) por ano. Discordo, mas respeito.

Você só não pode uma coisa: reclamar da atitude, da raça e do suor desse Flu 2018. Até pode, mas estará cometendo uma grande injustiça.

Não dá para fazer nenhum prognóstico. O campeonato é muito longo. Terá a parada para Copa. Jogadores, em todos os times, sairão e chegarão. Contusões acontecerão. E além do mais tem outros 19 times disputando cada jogo como se fosse o último.

Mas, é inegável que esse começo de campeonato está sendo fantástico pela luta e resultados obtidos. Lembrando que perdemos três pontos para o atual campeão brasileiro só no final da partida. Paciência.

Ontem viramos uma partida jogando fora de casa com três desfalques, mais a estreia de um jogador que não fazia uma partida oficial há três meses, o zagueiro Nathan Ribeiro. Que, aliás, foi muito bem.

Como diz o amigo Paulo Andel, não cabe avaliações super empolgadas, fora da realidade, tão pouco ceticismo exarcebado.

A esse grupo de jogadores só cabe a justiça.

E se somos justos, todos ao Engenhão no próximo jogo contra o Botafogo. E depois no Maracanã, contra o Atlético Paranaense e assim sucessivamente.

Não prestigiar esse time no estádio é muita injustiça e muita sacanagem.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @mvinicaldeira

#JuntosPeloFlu

Imagem: calder

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres