Está tudo errado (por Ernesto Xavier)

circo frente

Eu queria poder falar mais de futebol e menos de violência e política. Eu queria ter mais motivos para me orgulhar do futebol no Rio, mas só me vem à cabeça ditadura, lei da mordaça e mentiras. Eu queria falar mais do Fla-Flu, porém vejo que a disputa atual é entre Ferj/Vasco/Botafogo e a dupla acima citada. O futebol está deixando de ter a devida importância dentro de campo e passa a viver nos tribunais, nas brigas televisionadas (ou não) e nas ruas.

Após muitos anos sem enfrentar fila para comprar ingresso, pois sou sócio-torcedor desde 2009 (ou seria 2008?), acordei cedo em uma manhã de sábado e fui ao Maracanã comprar meu ingresso. O site do Consórcio liderado pela Odebrecht fez de tudo para que eu não conseguisse efetuar a minha compra digitalmente. Conseguiu. É um absurdo como tratam o futebol e o campeonato carioca. Os administradores do futebol brasileiro atual odeiam o esporte. Amam o poder apenas. Quem sofre somos nós, que mesmo cansados de todas as batalhas do dia a dia, ainda nos emocionamos com a entrada do time em campo, com um gol chorado, com a beleza das torcidas.

Qual o sentido deste campeonato? De que forma ele será lembrado no futuro? Uma atitude radical e corajosa dos presidentes de Fluminense e Flamengo, caso aconteça, pode ser o pontapé inicial de uma mudança profunda no futebol brasileiro? Prefiro pagar pra ver a permanecer inerte, mergulhado na lama. Temos o pioneirismo em nosso DNA. Neste momento, a cia do Flamengo se mostra extremamente proveitosa, pois traz com ele os interesses da TV, que é o único poder que pode peitar federações e CBF.

Clubes só devem ser rivais dentro de campo. Fora dele, precisam se unir em prol de objetivos em comum. Infelizmente ainda existem dezenas de dirigentes feudais, que têm nos clubes a sua forma de liderar em causa própria, pouco se importando com sócios, torcedores e com o esporte como um todo. Não sou inimigo de Vasco e Botafogo. Apenas torço pelo Fluminense, que é rival deles. O que me deixa triste é ver que ainda existem torcedores que apoiam as atitudes dessas diretorias.

Eu queria falar da emoção que um dia de Fla-Flu me proporciona. Eu queria. Hoje não foi possível.

Nota:

Enquanto eu luto para ver meu time e ter a alegria de uma vitória, milhares de pessoas sofrem bem próximo a mim, no Complexo do Alemão. Eu busco o êxtase e eles tentam se livrar do medo, do ódio, da injustiça, da barbárie. O mundo é muito louco.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @nestoxavier

Imagem: google

#SejasóciodoFlu

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres