Em qualquer lugar (por Ernesto Xavier)

engenhão vaziao

O dia era 6 de maio de 2012. Eu estava no Engenhão, ainda João Havelange, para a primeira partida da final do Campeonato Carioca. Fluminense, campeão da Taça Guanabara e Botafogo, da Taça Rio, duelariam em dois jogos na busca pelo título. Faz tão pouco tempo, mas parece tão distante…

Nosso time tinha Deco, Thiago Neves, Wellington Nem, Fred, Cavalieri… O deles Renato, Elkeson, Loco Abreu, Maicosuel, Jefferson… o futebol carioca era mais bem frequentado. O número de estrelas que disputavam o campeonato era bem maior do que hoje. A crise definitivamente atingiu os clubes cariocas.

Mais uma vez o clássico Vovô será decisivo. Todos são. Mas digo: os tempos são outros.

Menos craques, menos glamour, menos futebol, mais política.

O jogo de 2012 ocorreu no Engenhão, pois o Maracanã estava fechado para obras da Copa do Mundo. O natural seria que dessa vez o jogo fosse marcado para o “Maior do Mundo”. Porém…o Botafogo é aliado da Ferj, Rubinho e Cia.

Novamente o clássico será disputado em Engenho de Dentro, com capacidade máxima de 25 mil torcedores. Os dois times mereciam muito mais do que isso. Mas quem se importa? Os cartolas não dão a mínima.

Esse tipo de “revés” costuma motivar os jogadores, que sabem que terão de vencer não só na bola. A vitória representará muito mais do que uma vaga na final, ela será a derrota de um grupo que fez de tudo para que o futebol carioca se extinguisse.

Quem me dera uma nova final Fla-Flu após 20 anos.

Naquele 6 de maio eu vi o nascimento da equipe que seria campeã nacional alguns meses depois. Na semana seguinte entrei em um avião em direção à Brasília. Fiquei um ano na capital federal. Não estive no segundo jogo, quando vencemos por 1 a 0. A goleada por 4 a 1 da primeira partida já tinha nos dado o título. Por isso digo que vi aquele time ser campeão. A segunda partida foi mera formalidade.

Neste sábado estará em jogo muito mais do que um clássico ou uma vaga, será o recomeço para um clube, será um tapa na cara da federação, será o orgulho de milhões de tricolores que anseiam pelo retorno dos melhores dias.

O estádio pouco importa neste momento. O Fluminense é gigante em qualquer lugar.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @nestoxavier

Imagem: canalfluminense.com.br

#SejasóciodoFlu

o espirito da copa divulgação

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres