Editorial: Leo de volta


CLIQUE AQUI: DOWNLOAD GRÁTIS DO LIVRO “RODA VIVA 4 – EU E ELES”

Depois do momento mais difícil de sua vida, o treinador Leo Percovich voltou a comandar a base tricolor num treino.

O mesmo Leo que, há mais de 20 anos, defendeu o gol do Fluminense num dos piores momentos da história do clube.

Com papéis invertidos, uma nova história de superação está à frente.

O Fluminense deve mirar suas ações e inspirar-se em Leo. Dele, vem a valentia que precisamos para atravessar esta temporada difícil, ainda que pequenas luzes estejam surgindo ao fim do túnel do Tricolor.

Gente com vontade, com gana, que valorize a casa. Também é o caso de Abel, por exemplo, também vitimado por uma tragédia ano passado.

A história tricolor foi escrita com grandes gestos e conquistas, desafiando as dificuldades.

O Fluminense não é ódio, injúria, calúnia e militância virtual paga ao menos com promessas.

Na verdade é luta, superação, dedicação, suor.

A volta de Leo, depois de um drama tão terrível, é a exata medida do abraço que ele merece e o Fluminense também.

Os jogadores passam, a torcida também, os dirigentes, todos passam, até mesmo os patéticos promoters de si mesmos nas redes sociais.

O Fluminense fica, e nele fica quem quer vestir a camisa do clube com garra e atitude, seja no campo, à beira dele ou em outros esportes. Isso vale para todos, absolutamente todos.

Leo está de volta. Ele está em casa.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#JuntosPeloFlu

Imagem: pan

Comentário