De volta para o futuro (por Thiago Muniz)

de volta para o futuro

Caro amigo (a) tricolor,

O Fluminense parou no tempo. Por que eu digo isso?

Porque parou em 2012, ano do seu último título, o Campeonato Brasileiro, com um plantel fantástico, uma equipe unida e uma torcida conectada com as pretensões do clube.

Depois disso, o Fluminense desligou a chave. Perdeu a sua essência de Time de Guerreiros, foi se tornando um time de apáticos e apagados em campo. Perdeu a sua lisura e, aos poucos, até o respeito.

Eu quero aquela raça de 2009. Aquele sangue nos olhos, foco no objetivo. Um ano que não ganhamos nada, mas ganhamos tudo, e principalmente o temor dos adversários, algo que eu não via há muito tempo.

Infelizmente, ao longo dos últimos três anos, tivemos somente decepções e grandes humilhações. Eliminações, rebaixamentos (sim, apesar da lambança do Flamengo e Portuguesa, que acabou nos salvando, o Fluminense foi rebaixado no campo), humilhações, goleadas sofridas e decepções extracampo somatizaram nestes últimos tempos.

Essa apatia é falta de pulso na direção do clube. O Fluminense precisa de profissionalismo e, principalmente, de um verdadeiro choque de ordem. O futebol tem que ser cuidado por quem entende do assunto e não pode servir como trampolim político.

Mais seriedade no departamento de futebol, o que era um pragmatismo no começo desse ano, foi se tornando uma calmaria até nos empolgarmos e chegarmos ao ponto de sonharmos com título.

Foi-se um sonho, ok. Times melhores e com mais estrutura terão mais chances do título.

G4? Pelo andar da carruagem acho muito complicado pelo aspecto técnico e motivacional.

Z4? É melhor abrirmos o olho e focarmos, porque era um impossível que pode se tornar realidade, vide o que o time vem se apresentando nas últimas partidas, mais a pífia campanha no returno.

A realidade de agora é Eduardo Baptista. Vamos torcer muito. É o que resta.

Aos jogadores, honrem suas calças e seus salários pomposos porque a torcida e o pavilhão estão perdendo a paciência com a falta de vigor em campo. E que não venham com justificativas capengas.

De resto, cabe ao cronista aqui pegar o DeLorean e voltar para 2012, 2010, 1995, 1984, 1975, 1970, 1969…

Vence o Fluminense. Sempre!

PS: Sr. Fred, por gentileza cedar seu espaço nos pênaltis para outro jogador. A sua penalidade contra o Palmeiras foi digna de um jogador AMADOR. Seja um líder e não um bobo da corte.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Imagem: google

o fluminense que eu vivi tour outubro 2015

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres