Café com o Presidente (por Paulo Tibúrcio)

tiba red

Nesta quinta feira, o Fluminense realizou um café da manhã do presidente Abad com representantes da imprensa e blogs que cobrem o clube. Anteriormente, havia ocorrido um encontro com representantes das torcidas organizadas. Existe um esforço da atual gestão de mostrar transparência, o que é fundamental neste momento, uma vez que a campanha eleitoral acabou se estendendo além do devido. Alguns setores ficaram insatisfeitos, até certo ponto com razão, pelas promessas de campanha não refletirem a atual situação do clube. O trabalho da chapa eleita começou agora e existe uma intenção clara de mudanças de rumo, daí a importância destas ações junto aos torcedores e formadores de opinião.

A reunião começou com o assessor de imprensa Artur Machado, que afirmou o compromisso do Fluminense em estabelecer uma relação cordial com a imprensa e colocando-se a disposição para atender o setor. Em seguida, a palavra foi passada para o presidente Pedro Abad, que fez uma breve explanação sobre a situação difícil do Fluminense em termos financeiros e, por conseguinte, da necessidade de um trabalho inicial voltado para a solução deste problema. Após esta introdução, a reunião foi aberta para os demais participantes, divididas em duas partes: relação com imprensa e perguntas gerais.

Na relação da imprensa, foram tratados assuntos como canais de comunicação, estrutura de atendimento da imprensa no novo CT e um maior espaço de participação do blogs com temática tricolor. O presidente e o assessor de imprensa reiteraram o compromisso de estabelecer meios eficientes de atendimento aos setoristas e blogueiros.

Nas perguntas gerais, foram tratados os principais temas de interesse da torcida tricolor: contratações, estádio, fornecedor de material e patrocínio. Outro assunto tratado foi sobre a participação do presidente na gestão anterior, principalmente sobre o conhecimento da situação financeira do Fluminense, informação exposta somente após as eleições. Seguem algumas considerações.

Pedro Abad pareceu estar disposto a melhorar o clube e o futebol através de uma gestão mais aprimorada. Tem capacidade para isto, mas precisa se desvencilhar da gestão anterior, mostrar que não haverá continuísmo, mas sim continuidade, até porque novos grupos estão apoiando o atual mandato.

O discurso foi de austeridade. Ainda existe a necessidade de redução da folha de pagamento de jogadores. Além disso, deixou claro que esta economia é para regularização de caixa e portanto, não será utilizada para contratação de novos atletas. Abad foi bastante enfático ao dizer que neste momento não haverá contratação de jogador que “a torcida vai buscar no aeroporto”. O elenco estaria fechado e Abel satisfeito. Minha leitura é que poderá haver contratações, mas serão poucas e pontuais, pelo menos até acertar a questão financeira.

Um ponto bastante enfatizado nas respostas do presidente foi a necessidade do estabelecimento de um modelo de governança, onde o clube passaria a trabalhar com um processo mais formal, menos centralizado e com uma atuação mais ativa dos conselhos. Sem este modelo de gestão, o clube não vai sobreviver no cenário futuro do futebol.

Em relação ao fornecedor de material esportivo e patrocínio, assuntos de interesse dos torcedores, Abad disse estar com negociações adiantadas, mas não entrou em maiores detalhes.

A iniciativa do clube foi bastante válida. Mostra uma gestão preocupada com a transparência e aberta a contribuições externas. Pedro Abad se mostrou capacitado para o cargo e tem uma grande qualidade: não é personalista. Se vai dar certo, só o tempo dirá. Mas percebe-se claramente uma mudança na forma de agir da atual gestão. É claro que não podemos simplesmente ignorar os erros passados. Nós, que escrevemos sobre o Fluminense devemos sim, cobrar para que o melhor seja feito para o clube, apontar possíveis problemas e criticar quando erros ocorrerem. Mas é necessário uma trégua, pelo menos neste início de trabalho.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Imagem: tib

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres