Atlético-PR 2 x 0 Fluminense: atuações (por Mauro Jácome)

O Fluminense marcou pressão nos primeiros minutos, no entanto, os espaços para o contra-ataque do Atlético fizeram com que a marcação recuasse um pouco para compactar as linhas. Duas sequências de bola aérea levaram perigo ao gol de Santos, mas o goleiro fez boas defesas. Em seguida, Pablo chegou na cara de Júlio Cesar, que defendeu com o pé. O jogo estava aberto. O Fluminense dava espaços à frente da zaga e pelo lado esquerdo. O Atlético recuperava a bola e trocava passes rápidos. Aos 18, ninguém marcou ninguém, Renan Lodi chutou duas vezes para abrir o placar. A pressão aumentou e Júlio César fez grandes defesas. Everaldo teve a chance do empate, mas foi fominha e chutou muito mal. 1 a 0 foi excelente resultado.

O segundo tempo começou com o Fluminense ofensivo em busca do empate. No entanto, foram muitas bolas aéreas e facilitou a defesa atleticana. Depois dos 15’, o ritmo diminuiu e o Fluminense não conseguiu chegar em condições de concluir no gol de Santos. O Atlético percebeu que o Fluminense não subia, então, adiantou as linhas e voltou a pressionar. O segundo gol rondou e chegou aos 32’: Renan cruzou e o baixinho Roni entrou no meio da zaga e fez de cabeça. Depois o Fluminense conseguiu segurar e levar a decisão para o Maracanã. Difícil, mas não impossível.

JÚLIO CÉSAR

Péssima saída de gol aos 7’. Quase entrega a rapadura. Depois fez várias defesas importantes. Algumas milagrosas.

JADSON

Foi envolvido enquanto esteve na lateral. Depois foi para o meio e também não conseguiu acompanhar. Partida muito fraca.

GUM

O melhor da zaga. Muita disposição. Foi prejudicado pela marcação ruim à frente da zaga.

DIGÃO

Espaços à frente, espaços pelo lado esquerdo. Ficou no meio do caminho nos ataques em velocidade do Atlético.

IBAÑEZ

Muito mal. Errou o tempo de bola, o combate e o passe. Na cobertura de Jadson, ficou no meio do caminho.

AYRTON

Horrível. Deixou muitos espaços às costas. Ofensivamente não tentou arrancadas. Estava em outra dimensão.

RICHARD

Tinha muita gente na frente da área. Quando saía para cima de um, outro sobrava. Com a ausência de Sornoza, tentou organizar na intermediária do Atlético.

AIRTON

Perdido na marcação. Pesadão, não conseguiu acompanhar o ritmo do jogo. Comprometeu no primeiro tempo. Está mais para peladas de final de ano do que jogos entre profissionais.

LEO

Não mudou o quadro pela lateral. Também foi envolvido. Nem apareceu depois do meio-campo.

SORNOZA

Sumido. Jogou errado. Tinha que se posicionar de frente para a área do Atlético. No lado do campo, ficou marcado. No segundo tempo, foi para o meio e melhorou pouca coisa. Não cumpriu seu papel.

JUNIOR DUTRA

Nada, mais uma vez.

EVERALDO

Procurou criar pelo lado da área, mas estava muito marcado. Teve uma boa oportunidade, mas poderia ter rolado para o meio.

MARCOS JUNIOR

Entrou com o jogo perdido. Não acrescentou nada.

LUCIANO

Perdeu um gol de cabeça. Tentou alguns chutes de fora da área. Não foi bem.

MARCELO OLIVEIRA

O time corre muito, se dedica, mas falta organização. Com jogadores velozes, não tem contra-ataque. Sornoza aberto pelo lado do campo mata a criação de jogadas.

ARBITRAGEM

Economizou cartão para Lucho (segundo) e para o Airton (amarelo).

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

Comentário