O necessário apoio ao Fluminense (por Paulo Tibúrcio)

INFORMÁTICA PARA PEQUENOS E MÉDIOS AMBIENTES

O Barcelona perdeu para o Juventus na última terça em jogo válido pela Liga dos Campeões. Não foi uma derrota qualquer. Uma goleada contundente, ainda que o jogo tenha sido nos domínios da Velha Senhora. Para continuar na competição, os catalães terão que devolver a goleada no jogo da volta. Não será uma tarefa fácil, mesmo em se tratando de um dos esquadrões de futebol mais poderoso do planeta.

Por que citar o Barcelona? Longe de mim fazer comparações. A realidade do Baça, em todos os aspectos, é bem melhor que a do Flu e também de todos os demais times do Brasil. Não serei eu a utilizar de megalomania neste espaço. Mas me vem uma curiosidade. O que se passa na cabeça do torcedor mais aficionado do Barcelona este momento? O time deu mole? Dá para reverter uma goleada pela segunda vez (o juiz vai ajudar, eheheh)? Digo isto porque o Fluminense começará a encontrar maior dificuldade nos jogos. A coisa começará a “ficar mais séria” e a compreensão da torcida nesta fase que está por vir é muito importante.

O time vem jogando bem, mas começa a enfrentar mais dificuldades, embora os resultados continuem sendo favoráveis, pois o time titular continua invicto. O certo é que poucos torcedores acreditavam em um início de ano tão promissor e acabamos (eu incluso) nos empolgando um pouco mais e nos esquecemos que, apesar da boa fase, ainda somos um time novo e em formação. O jogo da Sul-Americana já não foi tão fácil assim. Já teve tricolor lamentando o resultado e criticando a atuação do time.

Nesta linha, não espero jogo fácil contra o Goiás. O Alviverde não é um colecionador de títulos nacionais e está, neste momento, fora da elite do futebol. Mesmo não vivendo momentos de glória, tem o costume de jogar estas competições. Foi, inclusive, o time responsável pela nossa eliminação da Sul-Americana de 2014. Todo cuidado é pouco.

A minha intenção não é ser pessimista, alarmista ou preparar a torcida para algo pior (toc, toc, toc). Pelo contrário. Acredito na vitória tricolor e o prosseguimento do clube para próxima fase da Copa do Brasil. Assim como acredito em um êxito na Sul-Americana. A questão é que não esperemos mais um espetáculo a cada jogo. A fase da novidade passou, a forma de jogar dos times começa a ficar mais conhecida, dando condições aos adversários  se prepararem melhor. Daí a importância da torcida. Minar a confiança do elenco, fritar o Abel (principal pilar desta excelente fase) por causa de algum revés momentâneo é jogar contra o patrimônio. Para os desafios que vêm pela frente, nosso apoio é fundamental.

Pelas últimas notícias, teremos sérios desfalques. Richarlison e Lucas Fernandes não viajaram com a equipe por problemas de contusão. Um problemão para Abel resolver. O cotado para vaga é Marcos Júnior. Ainda acho que o time carece de um maior entrosamento, joga com qualidade, toca bem a bola, mas ainda peca pela previsibilidade. Falta uma maior variação de jogadas, temos matéria-prima para isto. De toda forma, temos um time com boa qualidade em campo e temos condição de sairmos com um bom resultado, que virá, sem dúvida nenhuma, com muita luta.

Que os guerreiros que irão ao Serra Dourada superem o menor número de torcedores com muita disposição. Estaremos torcendo juntos por todo o Brasil. A volta será no Maracanã. Vamos repetir a festa que fizemos contra o Liverpool. Nosso apoio será fundamental neste momento.

CENAS DO CENTRO DO RIO – CLIQUE AQUI

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @paulotiburciojr

Imagem: pat

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres