O (re)encontro tricolor (por Daniele Brandão)

Falta um mês.

Até lá o Fluminense precisa se reencontrar consigo mesmo, para voltar ao caminho das pedras preciosas. Não cabe a mim apontar falhas. Abel sabe o que precisa fazer e vai achar uma forma… E o time também.

Vai ser um tremendo clássico, digno de uma grande competição com tudo o que temos direito! Mas agora, mesmo libertos de um fantasma que deu trabalho, não devemos nos dar ao luxo de cair na pilha do próximo.

Não é o peso do jogo que pode antecipar o sofrimento.

Ainda assim… Um Fla-Flu, quem esperava?

Até lá o tempo se arrasta.

* Ficarei afastada do Panorama por um tempo para me reencontrar na estrada da reportagem, produzir mais e me libertar de sentimentos desprezíveis que me perseguem desde o semestre passado.

Dias melhores hão de vir para o Flu e para mim também…

Logo menos estarei de volta!

xxxxxxxxx

// para um flamenguista de ocasião //

eu não tenho nada tão grandioso
(posses)
mas te dou meu coração
(perdido)
quem sabe, até minha alma
(confusa)
e meu amor ao jornalismo
(tão forte que dói)

não falo tantos idiomas
só o da persistência
que não é tão fácil de aprender
e menos ainda de falar

somos grandes separados
mas, quem sabe, nos juntaremos
então seremos maiores que o mundo
maiores que toda a dor das ruas
e maiores que o silêncio forçado
dos que nasceram como nós

vestimos camisas opostas
– quando a bola rola, muda a história
mesmo assim eu não me importo
e quarenta minutos antes do nada
te abraço em pensamento

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @FluminenseDNL

Imagem: dan

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres