Recomeço (por Ise Cavalieri)

ise red

Quem sabe um recomeço? Semana com resultados excelentes para o Fluminense e que trouxe a expectativa da estréia do técnico e de uma nova visão para o time.

Está certo que o Criciúma não pode ser tomado como parâmetro, até pelo fato de estar jogando já desclassificado, com time reserva e por ser o Criciúma (com todo respeito). O fato é que não temos como não ficar com um pé atrás; afinal, quantas vezes nos animamos com o elenco, com placares e jogadas e, no final, decepção?

Levir estreou com vitória e com uma nítida mudança em relação ao time que se arrastava em campo. Tirando a parte do Gum, que nos salvou duas vezes, mas que ainda sim acaba deixando o time nervoso. A zaga desmorona com a entrada dele. Temos muito o que agradecer por anos anteriores, mas como diz o ditado: “quem tem Gum, tem medo”. Vai ver o Levir é dos que gostam de emoção e achou o jogo fácil demais… Pelo menos até o momento em que não tomávamos pressão.

Treinador que impõe postura, consegue resultados. Deu até ânimo ver o Fluminense sem dar espaço para o Criciuma, chegando ao gol pelas laterais (principalmente a esquerda). Nosso sistema defensivo até que melhorou, Cavalieri pouco trabalhou. De cara, já vimos um Fluminense renovado. Parece que o pensamento é de que ninguém é titular, ou seja, de que todos serão usados e, provavelmente, os que derem resultados ficarão. Gerson, grande destaque da noite.

A ideia inicial de poupar jogadores, no inicio, pareceu absurda. Afinal, por que poupar quem já não estava fazendo nada em campo (salvo dois ou três jogadores, no máximo)? Já havíamos mostrado também que poupar não era sinal de bom resultado no jogo seguinte, por vezes entrávamos mais sonolentos do que nunca.

Lutamos tanto pela Liga, disseram até que iriam usar os juniores no carioca e agora poupam jogadores, deixam a liga de lado e priorizam o estadual falido? Realmente a ideia de poupar parecia insólita, mas, ao ver com mais calma, passei a levar em consideração. Temos dois clássicos pela frente no carioca e, depois dos vexames que passamos, é hora de apostar. O time “reserva” já teve seu primeiro jogo aprovado, agora nos resta ver se os então titulares farão o mesmo.

No geral, terceira vitória consecutiva do Fluminense, segunda partida sem tomar gols. Parece que estamos evoluindo. Embora tenham sido três adversários fracos, a fase estava tão ruim que nem de time fraco estávamos ganhando. Tivemos a audácia de perder para o Volta Redonda, tomar sufoco para empatar com o Madureira etc.

Que a chegada do Levir venha somar e declarar o nosso tão sonhado embalo. Que venham Botafogo e Flamengo, no carioca, e o Inter, na Primeira Liga.

Meu coração de torcedora está voltando a se animar.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @isefinato

Imagem: ic

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres