Que Fluminense é esse? (por Sergio Trigo)

Prezados amigos, saudações tricolores!

Então quer dizer que o Abel ficou irritado com as vaias (discretíssimas, registre-se!) que o time do Fluminense recebeu ao fim do primeiro tempo do jogo contra o poderoso Potosí? Quer dizer então que o Abel achou que tivesse levado um tiro na perna? Ou uma pedrada? E quer dizer também que ele mandou a torcida do Fluminense ficar em casa?

Onde é que ele pensa que está? Menos, Abel. Mais respeito com a torcida do Fluminense. Mais respeito com a instituição Fluminense. Mais respeito com todos nós.

Irritado fiquei eu e as outras seis mil e poucas testemunhas que presenciamos o show de horrores que o seu time protagonizou na noite de ontem, atenuado pelos gols marcados no fim da partida. Irritada fica a torcida do Fluminense toda quarta e todo domingo, diante do seu trabalho, inexplicavelmente incensado por boa parte da imprensa e dessa mesma torcida. Irritados ficamos nós toda as vezes em que ouvimos o seu discurso de apequenamento do Fluminense, que ajuda muito a livrar a sua barra nos momentos mais complicados, aliás. Irritados ficamos com as suas substituições e a sua concepção de jogo. Irritados ficamos com seus Romarinhos e afins. A diferença é que a nossa irritação jamais se traduziu em falta de respeito para com você, Abel. Muito pelo contrário.

Apesar de todo esse respeito, passa da hora de o treinador ser cobrado como tal, e não como um “ídolo”. O elenco do Fluminense de 2017 tinha uma série de jogadores em condições de formar um time muito mais competitivo do que o que vimos em campo. O desse ano, ainda que flagrantemente enfraquecido por conta das muitas trapalhadas que assistimos nos últimos meses, poderia ter feito melhor do que o que fez até agora.

O Fluminense sequer se classificou para as semifinais da Taça Guanabara, foi eliminado pelo Avaí na Copa do Brasil e não segurou o Vasco nas semifinais do Estadual. Em nenhum desses casos o elenco dos adversários é superior ao nosso. Ou ele vai querer nos convencer de que o nosso elenco é pior do que o Boavista, que se classificou em nosso lugar na Taça Guanabara? Ou pior do que o do Avaí? É pior do que o elenco do Vasco? Não, não é.

Então não vem com essa. Não despreze o respeito que a torcida do Fluminense tem para contigo. Somos uns poucos que ainda nos dispomos a sair de casa para um jogo às 21h45, em uma cidade violenta como essa, pagar condução, ingresso e o escambau a quatro, deixar a família em casa com o jogo passando em TV aberta, para sermos repreendidos pelo técnico do clube? Senta você, Abel, nesse Maracanã de merda em que 6 mil pessoas são confinadas como gado em um espaço mínimo atrás de uma das balizas para assistir àquela merda de primeiro tempo e me diz como é. Em vez de nos tratar dessa forma, o Fluminense deveria nos pegar em casa… os que tiveram energia para vaiar, vaiaram pouco. Muitos, como eu, estão tão de saco cheio que nem vaiam mais…

===

Que Fluminense é esse, que aceita que um empregado do clube mande a torcida ficar em casa? Que Fluminense é esse que não trata supostos conflitos de interesse com a devida seriedade e os esclarece publicamente? Que Fluminense é esse, que não questiona o treinador quanto ao desempenho da equipe em campo? Que Fluminense é esse, que não exige que o treinador demostre respeito à torcida?

===

É dever do presidente do Fluminense repreender publicamente o seu treinador e exigir que se retrate. É dever do presidente do Fluminense entender o tamanho da instituição que preside e saber que o que a diferencia das demais, além da sua história, é a força da sua torcida. É dever do presidente do Fluminense não ser refém do treinador. Tenho absoluta certeza de que nada acontecerá e tudo ficará por isso mesmo…

Como ninguém fará nada mesmo, a torcida deveria considerar seriamente o desejo do Abel. Ficamos em casa. Ele que pegue parte do salário que recebe e contrate cheerleaders para ficar no nosso lugar.

E olha que não estamos longe disso, não. Há tempos não somos mais do que dez ou doze mil por jogo. Ontem, não fomos nem sete mil. A continuar nessa toada, com o Fluminense fazendo o que tem feito recentemente, em breve Abel não terá mais com quem se irritar. Tem muita gente trabalhando para isso.

===

Comparei o elenco do Fluminense com os de Boavista, Avaí, Vasco, Botafogo e as outras porcarias desse nível que enfrentamos até aqui no ano. Tudo igual. Campeonato brasileiro é outro papo, são 38 rodadas. Com isso que está aí e com as contratações que se anunciam, somos candidatíssimos a uma vaga na Série B de 2019. As nossas contratações, aliás, têm como fonte clubes rebaixados no ano passado. Não costuma dar certo.

Reforço, por definição, é o que torna mais forte. Deve ser por isso que estão atrás do Gladiador! Rááááá, ié-ié! Só pode ser sacanagem…

===

Sobre contratações, ainda, espanta ver que a Ponte Preta e o Coritiba são mais espertos do que nós. Para a liberação dos sensacionais jogadores que estamos buscando nesses clubes (ambos rebaixados no ano passado!), os clubes estão exigindo – pasmem! – jogadores do Fluminense em troca. E pensar que terminamos 2017 dispensando jogadores com valor de mercado, sem sequer termos tido a competência de utilizá-los como moeda de troca para fortalecer o elenco.

===

Clubes europeus anunciam o interesse na contratação de Richarlison, notícia que pode trazer mais uma grana para as Laranjeiras, já que temos haveres no negócio. Convém checar as caixas de e-mails das Laranjeiras, para ver se ninguém andou tratando de nada. Aliás, por falar nisso, até hoje não sei se o funcionário tinha a devida autorização para renegociar o valor do Diego Souza ou não. Se tinha, porque o clube não assume o seu compromisso? Se não tinha, porque o funcionário não foi demitido até hoje?

===

Que eu queime a minha língua e que sejamos felizes!

Saudações Tricolores.

Sergio Trigo

Se preferir, entre em contato através do endereço eletrônico strigo@globo.com, twitter ou facebook.

===

P.S.: Se você, assim como eu, tem o hábito de guardar os ingressos de partidas do Fluminense, entre em contato comigo. Possuo uma coleção de ingressos de quase mil e quinhentas partidas diferentes do nosso Tricolor e tenho interesse em trocar ou adquirir aqueles que não figuram na minha coleção.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @S_Trigo

#JuntosPeloFlu

Imagem: t2

6 Comments

  1. Oi Trigo,
    ele se acha maior que o Fluminense.
    É impressionante.
    Nao vem de hoje.
    Ah, o orgulho e a vaidade que destroem.
    ST, Mr.President rs
    E a todos do Panorama, eterna gratidão. Fora, Caim.

  2. Concordo com vc e a Crys: já passou da hora desta mentira que a flapress usa pra desvalorização do Fluminense pare de ser dita e repetida ad eternum: “Abel tira leite de Pedra”. ÊLE é apenas o zagueirão que defende as muitas demonstrações de incompetência do Sr Abad e Diretoria. Nosso elenco do ano passado era pra ter conseguido vaga na Libertadores. E o atual era pra ter sido Campeão carioca depois que a arrogância dos urubus retirou eles da Final. Abel não tira leite de pedra e não está ( com

  3. Abel não tira leite de pedra e não está ( como ninguém ) acima do bem e do mal. Mais respeito com o Fluminense e sua torcida Abelão ! Que trate de TREINAR o elenco e PENSAR antes de fazer as Substituições. ST.

  4. Boa tarde. Tenho 65 anos e sou tricolor desde meus 10 anos, precisamente, no Fla x Flu de 63. Sempre tive por princípio não vaiar meu time. Não importa. É a arma dos inimigos. Dá prá entender? o time é muito limitado, mas pode nos dar alegrias. Agora, vaiar? esquece. É o que temos. Qual técnico voce quer? quais não tivemos? acorda moço! jogue a favor. Amadureça e vais entender. Abraços.

  5. Realmente o time é espetacular
    É essa diretoria incompetente podia ir em Manchester fazer uma proposta para o Guardiola, que com certeza não reclamaria da torcida e seríamos campeões
    Mimimi porque o Abel reclamou das vaias, pelo amor de Deus

  6. Aí, na boa,.esses caras tem o que merecem. Um tem 65 anos e acha que o Abel pode pagar esporro. O outro fala que é mimimi. Ah, não ferra. Tem que saber se colocam a bundinha lá no Maracanã dez da noite. Defender aqui é mole. Abel faz um trabalho fraquinho. Vaiar é arma da torcida para mostrar insatisfação. Abel tá errado. Bom texto. Vocês merecem Romatinho na sulamericana mesmo.

Comments are closed.