Pra pegar impulso (por Rods)

CiceroGoleada no bolso, sorriso no rosto. Pois é, meus amigos, mas não podemos esquecer o que passou. Tenha sido corpo mole e boicote ou relaxamento e acomodação. Os jogadores devem sempre respeitar a camisa e a torcida tricolor. Não podemos deixar a coisa chegar aonde chegou. Já debatemos demais o América, a Chapecoense, o Fred, o Cavalieri… O Fluminense é maior do que isso. Como disse, não podemos esquecer, mas precisamos seguir em frente. De antenas ligadas, mas em frente.

Amanhã enfrentaremos o Goiás pela Copa Sul-Americana, mas bem que poderia ser um capítulo do constantemente bagunçado Campeonato Carioca. Jogo quinta-feira às 18h?! Nunca imaginei ver isso, fora do reino de Rubinhos e Caixa D’Águas. Esse horário estapafúrdio da Fox Sports consegue ser ainda pior que o das 22h da dona do outro campeonato. Da frigideira para o fogo. Poucos poderão assistir pela TV, menos ainda poderão presenciar o jogo pessoalmente.

Depois de tudo o que aconteceu e apesar das condições, o mínimo que esperamos dos jogadores é que agarrem com unhas e dentes a chance de aproveitar tudo o que esse título pode nos trazer.

Um bom jogo acompanhado de um bom placar contra o Esmeraldino nessa estreia pode servir como o famoso “pezinho”. Aquele que pedimos a um amigo para podermos pular mais alto aproveitando a impulsão. Ainda na fase nacional da competição, é muito difícil desvinculá-la do Campeonato Brasileiro. Temos pela frente simplesmente Corinthians e Cruzeiro, nossos dois – acredito, eu – principais concorrentes. Penso que se somarmos quatro pontos, podemos nos dar como muito satisfeitos. Fechar o turno com 33 nos dá plenas condições de seguir na briga.

Cavalieri

Apesar do que eu coloquei no primeiro parágrafo deste texto, me permitam falar do nosso camisa 12. Eu sempre admirei o profissionalismo do Cavalieri. Mesmo quando estava em má fase, por problemas pessoais, ele treinava sério e não deixava de jogar pra valer. Talvez por isso fez-se tamanha surpresa a situação dos últimos jogos. Falta de vontade, “operação tartaruga”, omissão… deu no que deu. Seja por iniciativa dele, do Cristóvão ou do Clube essa gastroenterite veio a calhar. Entenda como puder.

Aparentemente, a patologia, seja qual for, foi resolvida e ele deve voltar a jogar no fim de semana.  A conferir.

Neto

Não conheço o zagueiro, não me lembro de vê-lo jogar. Mas pergunto: se ele não serve para o Santos, por que serve para nós? E ainda, se ele sofre com as contínuas contusões, por que estamos investindo nele? Mas se é inevitável, torço para que ele venha bem e, claro, jogue bem. Se ele tem futebol pra mostrar, que mostre. A não ser que se mostre um craque, no meu entender ele vem para dar mais peso ao nosso banco de reservas. Além disso, apenas gostaria que o Cristóvão ouvisse a mim – e a muitos outros tricolores, eu sei – e colocasse o Marlon pra jogar no lugar do Elivélton.

Fecho com uma “lei” que todos nós precisamos ter sempre em mente:

Vão-se os jogadores, vão-se os diretores, mas o Fluminense fica.

ST!

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @Rods_C

Foto: Nelson Perez / Fluminense F.C.

O ESPÍRITO DA COPA BANNER NOVO

4 Comments

  1. Bom dia e ST. Rods. o fato dele estar na reserva no Santos não quer dizer nada. HJ em dia alguns jogadores são barrados não porque são ruins. As vezes é porque não tem um empresário forte. Temos alguns exemplos no FLU. Porque o Marlon não é titular?. Porque o Chiquinho, que é bem ruizinho (só para rimar), pois ele é bem ruinzão, sempre entra e o Fernando nunca tem uma chance. Só pode ser pelo seu empresário. Boa sorte ao Neto. Pelo vídeo que assisti é um bom jogador.

    1. Rods comenta:

      Bom dia, José Roberto!

      Eu concordo com você e sei bem de todas a forças (nada) ocultas que circundam o futebol. Apenas acho que sempre devemos questionar as contratações. O que me preocupa de fato é o histórico de contusões do rapaz. Isso deve sim ser estudado com cuidado, para que o reforço não seja no departamento médico.

      Também desejo boa sorte a ele nas Laranjeiras. Uma vez com a camisa tricolor, contará com a minha torcida.

      ST!

  2. Esse Neto tem um histórico de contusões realmente muito grande. Não me lembro muito bem de jogos dele. Quando soube que estava fechando com o Fluminense pesquisei comentários sobre ele em páginas de notícias santistas. A maioria absoluta da torcida era a favor da permanência dele e o considera um bom zagueiro. Por tudo que li acredito que ele vem para barrar o Elivélton, desde que não tenha lesões. Particularmente me animo bastante com essa possibilidade.
    S.T.

    1. Rods comenta:

      Boa, Gabriel! Vamos torcer pelo cara então. Mas ainda espero ver o Marlon jogando ao lado do Henrique.

      ST!

Comments are closed.