Paraná 2 x 1 Fluminense (por Paulo-Roberto Andel)

Fosse a inesquecível Aracy de Almeida no show de calouros do Sílvio Santos, provavelmente diria sua expressão classica: “Não gostei. Dez mangos”.

Mais ou menos por ai. Achei o Flu um tanto atabalhoado, sempre correndo atrás da bola e com muita dificuldade para marcar um adversário modestíssimo, cuja reserva tecnica é o Carlos Eduardo, além de criar e agredir bem pouco. Enfim, já desconfiava de que a barra seria pesada – somos os reis de ressurreição do Z4 – até em 2012 aconteceu isso. Desde o balaço na trave, penamos.

Se o Paraná não brilhou, lutou pacas, finalizou bem mais e o Flu saiu no lucro com o empate no primeiro tempo. As coisas pareciam melhorar um pouco na volta, mais aí vieram o pênalti, o gol e ter que correr dobrado atrás da bola. Perder MJ no começo atrapalhou bastante, o Leo não foi bem.

A salvar, a garra de sempre – mesmo em noite opaca – e a luta mesmo depois do 2 a 0 – essa bola entrou? Na TV quase não mostraram -, que resultou no belo gol do Pablo. Matheus Alessandro foi bem, merecia ter marcado.

Com uma atuação longe do padrão, ter um elenco curto dificulta as mudanças na equipe, o que ficou claro nessa derrota na Vila Capanema. Agora é recuperar diante do rival jogando fora de casa (voluntariamente). Vida que segue.

Não gostei, mas teve luta.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @pauloandel

Imagem: rap 

3 Comments

  1. Já esqueci esse jogo. O próximo tem que ser o inverso! Perde-se para o último, detone o primeiro. Esse é o meu espírito! Rsrs

  2. Bom dia, Paulo. Sem comentários. Jogar deste jeito e perder para o penúltimo colocado no momento de dar um salto de qualidade no Campeonato…. é inadmissível. E de envergonhar.

  3. Bom dia, Paulo. Sem comentários. Perder para o penúltimo colocado e que não ganha de ninguém. Justamente no momento de dar “o salto de qualidade” no Campeonato. É inadmissível. E de envergonhar.

Comments are closed.