Paraná 2 x 1 Fluminense: atuações (por Mauro Jácome*)

MASSA, A SUA VOZ – RÁDIO 10 NO ESPORTE

 
* Com a colaboração de Hugo Jácome

Fluminense foi a campo com algumas alterações em relação ao time base: Léo na lateral direita e João Carlos no ataque. As duas mexidas foram suficientes para atrapalhar muito o time. Junto a Marlon e Robinho, que entrou no lugar de Marcos Junior aos 10’, foram os piores em campo. A tônica do jogo foi um Fluminense lento na saída de bola e muitos erros de passe. Salvo em dois lances na metade da primeira etapa, o Paraná não levava perigo. Uma primeira etapa abaixo da crítica.

O segundo tempo começou com uma lambança de Léo: agarrou a cria de Xerém, Léo Itaperuna, e cometeu pênalti. Com a vantagem no placar, o Paraná deu a posse de bola para o Fluminense, que não conseguia assustar. Perto do fim, Guilherme Biteco completou um cruzamento e Júlio César defendeu, mas a arbitragem disse que a bola cruzou a linha do gol. Duvidoso. Com 2×0 e o relógio já mostrando 45’, o Fluminense foi para o desespero: o goleiro Thiago Rodrigues ainda fez uma ótima defesa em bela cobrança de falta de João Carlos. No final, numa bola alçada na área, Renato Chaves ajeitou de cabeça para Pablo Dyego finalizar de voleio. Resultado ruim para as pretensões tricolores, que poderia chegar ao 2º lugar na tabela e brigar pela liderança no Fla x Flu de quinta-feira em Brasília.

JÚLIO CÉSAR

Boa defesa na meia bicicleta de Jesiel no primeiro tempo. Falhou ao assistir a bola cruzar a pequena área no segundo gol do Paraná.

RENATO CHAVES

Boa partida. Ajudando pelo lado direito, fez boa proteção do gol de Júlio César e ainda subiu ao ataque para ajudar na criação. Não fez a diferença lá na frente, mas segurou bem pelo lado direito. Boa assistência para o gol de Pablo Dyego.

GUM

Não teve muito trabalho, por falta de poder ofensivo do Paraná. Quando chamado a participar, protegeu bem a meta tricolor.

LUAN PERES

Fazia uma partida ruim e, quando não acompanhou Guilherme Biteco no segundo gol do adversário, sepultou de vez a atuação.

LÉO

Catastrófica a partida do reserva de Gilberto. Errou tudo que tentou, fez um pênalti patético. Saiu lesionado para entrada de Matheus Alessandro.

MATHEUS ALESSANDRO

Mudou o nível tricolor na partida, mas não o suficiente para mudar o resultado. Driblou, finalizou, movimentou, mas não chegou a assustar o adversário.

RICHARD

Protegeu bem a defesa, mas falta ajuda na criação ofensiva. Recebia a bola e, muitas vezes, voltava para os zagueiros.

JADSON

Partida muito ruim. Com pouca movimentação, o time ficou sem grandes opções. Saiu para entrada de Pablo Dyego.

PABLO DYEGO

Entrou no lugar de Jadson e deu mais de movimentação para o time. Apesar de errar bolas fáceis ao tentar fazer jogadas com pressa, conseguiu repetir a dose de Matheus Alessandro e animar os companheiros. Fez um bonito gol, mas inútil.

SORNOZA

Não fez uma boa partida, talvez sobrecarregado pela nulidade dos laterais e pela partida ruim de Jadson. Não finalizou quando teve chances.

MARLON

Errou absolutamente tudo que tentou. Cruzamentos sem direção, passes de poucos metros nos pés do adversário, falhas defensivas. Não tem a menor condição de atuar em um time grande.

MARCOS JR

Não teve tempo de mostrar alguma coisa. Logo se lesionou e saiu para entrada do sonolento Robinho.

ROBINHO

Pareceu estar em outra dimensão. Não conseguiu entrar no ritmo do jogo. Errou bolas fáceis por falta de atenção. Com a lesão de Léo, foi para a lateral direita. Nos acréscimos, conseguiu dar dois passes fáceis nos pés dos adversários, matando chances importantes.

JOÃO CARLOS

Brigou lá na frente, mas perdeu todas. Não consegue segurar a bola no ataque e faz muita falta desnecessária. De bom, só a cobrança de falta nos acréscimos, defendida por Thiago Rodrigues.

ABEL BRAGA

Poupou o Gilberto e deu chances ao Léo. No lugar de Pedro, entrou João Carlos. Os dois e Marlon foram dos piores em campo. A baixa qualidade do elenco mostra a grande dificuldade que vamos encontrar na temporada. O time titular é a conta do chá e qualquer lesão atrapalha os planos. Para piorar, Marcos Jr se lesionou. Abel optou por Robinho, que também foi um dos piores em campo.

ARBITRAGEM

Distribuiu vários cartões amarelos, algumas com exagero. Há dúvidas se a bola entrou no segundo gol dos donos da casa. Naquela posição, o lance era do auxiliar. Certamente, os programas esportivos vão definir se a bola entrou ou não.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

Imagem: jam

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres