O Flu no NBB (por Luis Brito)

BASQUETE

O Fluminense deu um passo importante nos últimos dois meses para a concretização de um sonho. Com um projeto ambicioso voltou com a sua equipe masculina de basquete e sonha com uma vaga no NBB 6 – competição nacional de basquete -, num sonho se torna cada vez mais próximo.

No último domingo (12), a equipe tricolor venceu o Macaé na final da Super Copa Brasil e garantiu vaga para o triangular final classificatório para o “acesso” ao NBB, junto com o Macaé e Tijuca que começa hoje (15) com a primeira partida entre Tijuca x Macaé, no ginásio da equipe tijucana – aliás, a arena utilizada nos três jogos do triangular final.

O Fluminense fará a estreia hoje contra o Macaé. A pressão e a presença da torcida tricolor deverão ser grandes, pois nos últimos dois meses a equipe vem crescendo e ganhando destaque nas mídias que noticiam e veiculam sobre o basquete.

Com uma equipe sólida, o Flu vem se aproximando de garantir à sonhada vaga; já passou por duas competições até chegar a essas últimas batalhas. Ficando com o vice-campeonato da Copa Sudeste, perdendo para o Rio Claro-SP na final, o Flu garantiu vaga na Supercopa Brasil, torneio que credenciou a equipe a jogar o triangular. O tropeço não abalou o Flu, que conseguiu não só a classificação como o título da Supercopa, vencendo o Macaé na final, diante da torcida adversária que lotou o Ginásio em Macaé no último domingo (12).

O destaque da equipe é o conjunto formado por seus jogadores iniciais, Facundo Sucatzky, Juan Manuel Torres, Luciano Matão, Mafra e De Souza, que ainda contam com talento de Eddie Miller e Gaspar, outros jogadores importantes para a equipe carioca.

Macaé e Fluminense ganharam uma rivalidade dentro de quadra e respeito fora delas. As equipes se enfrentaram sete vezes, com quatro vitórias para a Equipe do Sul Fluminense e três do tricolor, o técnico do Flu fez até uma ressalva depois da final de domingo conquistada pelo Fluminense e destacou a importância para a vaga no NBB.

“A minha equipe está de parabéns porque fez uma excepcional partida. Desde o início soube quebrar o ritmo de jogo do adversário. Os jogadores executaram um excelente trabalho defensivo e no ataque souberam selecionar os arremessos. Chegamos a abrir uma vantagem de 18 pontos no último quarto. Agora o objetivo é conquistar a vaga no NBB”, afirmou o técnico Márcio Andrade, do Fluminense.

É assim que o Fluminense chega para a disputa do triangular, depois de lutar e conseguir chegar ao primeiro objetivo, o segundo começa a ser traçado a partir de amanhã contra o próprio Macaé. A torcida precisa comparecer e fazer o seu papel para ajudar a equipe do Fluminense chegar ao objetivo final, com a Classificação o Flu poderá fazer o clássico contra o Flamengo.

Triangular de Acesso
Local: Ginásio do Tijuca Tênis Clube

1ª rodada – Quarta-feira (dia 15)
19h00 – Tijuca/Rio de Janeiro x Macaé Basquete
Árbitros: José Carlos Pelissari (MG), Marcos Benito (SP) e Andreia Regina (SP)

2ª rodada – Quinta-feira (dia 16)
19h00 – Fluminense x Macaé Basquete
Árbitros: Cristiano Maranho (SC), Jacob Barreto (SP) e Diego Chiconato (PR)

3ª rodada – Sexta-feira (dia 17)
18h00 – Tijuca/Rio de Janeiro x Fluminense
Árbitros: Fernando Serpa (RS), Vander Lobosco Junior (RJ) e Jonas Pereira (SP)
OBS: Horário de Brasília.

Luis Brito

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @datluis

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres