O Flu, a vida e as vidas (por Mauro Jácome)

IMG_20150613_180414

Há vida sem Fred? Contra o Sport, não houve. O time rodou, rodou, rodou, mas na hora H, nada. Não sei quanto tempo o artilheiro ficará fora. Todas as vezes que o Fred se contunde, as declarações do clube dão uma ideia de que logo, logo retornará. No entanto, passam-se semanas. Por que não falam logo que ficará x semanas fora?

Com Magno Alves desde o começo, pode ser que a coisa flua melhor lá “em Palmeiras”, porque o Magnata ainda não está à vontade. Longe disso. Parece meio perdido. Até o Marcos Junior tem entrado melhor, tem levado mais perigo ao adversário.

Um detalhe interessante no jogo de logo mais será a prova à qual a defesa será submetida. Dá a impressão que melhorou com Antônio Carlos na zaga e Renato na lateral, mas ainda não foi testada para valer. Hoje vai ser.

Mais uma mudança do Enderson será o trio de volantes: Pierre, Edson e Jean. Ao contrario do que eu imaginava, nas vezes em que o Ricardo Drubscky tentou, não deu muito certo. Depende de como será o posicionamento do pessoal de meio-campo. O técnico anterior deslocou o Jean para a esquerda e fixou o Gérson na direita, ou seja, mexeu muito na estrutura e não obteve uma compactação. Vamos ver como o Enderson preparou o esquema.

Da mesma forma que na rodada anterior, esse jogo será duríssimo. Uma vitória na bagagem de volta seria fantástica.

Vida longa

Está no ar a Copa América. Numa era em que se exalta o futebol jogado na Europa, não é para menos, teremos por aqui um torneio recheado de estrelas que tornam o de lá tão bom: o melhor do mundo na atualidade (Messi), um dos que forma o melhor ataque (Neymar), o artilheiro do Campeonato Inglês (Agüero), o artilheiro do Português (Jackson Martínez), o artilheiro de um dos melhores times da temporada (Tevez, da Juventus). Ainda tem: Vidal, Sanchez, Valência (o atacante), Di Maria, Phillipe Coutinho. Quantos times do mundo têm um quarteto deste: Cuadrado, James Rodríguez, Jackson Martínez e Falcão Garcia?

É bom ver que o futebol sul-americano ainda tem essa capacidade de produzir tanta gente boa. Pena que, cada dia mais cedo, eles vão para o principal centro. Ainda bem que tem uma Copa América para reunir esses craques. Vida longa à Copa América.

Discussão desnecessária

Messi x Maradona. Que é melhor? Sei lá. Tanto faz. O importante é a sorte de ter visto os dois.

Comentário