O descaminho (por Daniele Brandão)

INFORMÁTICA PARA PEQUENOS E MÉDIOS AMBIENTES

O semestre já se encerrou, mas ainda fica aquele clima infernal – e isso faz parecer que ainda não acabou. Tenho tanta coisa a dizer para tanta gente que, sinceramente, só me falta uma lista para ajudar.

E não chego atrasada para falar bem ligeiro sobre a frase abaixo.

“O politicamente correto está acabando com a graça do futebol”…

Pare de pensar pequeno, criatura.

O que acontece é que condutas desrespeitosas não vão mais passar batidas, porque as pessoas estão aprendendo a enxergar seus direitos. Agora, quem sofre ofensa só não vai se defender se gostar de ser ofendido, se continuar normalizando o ódio. E é bom tratar de se acostumar.

“Ah, mas é cultural” Culturas se transformam – pretty cool, right?

Então, já que é assim, por ser uma ~questão cultural~ temos que aceitar as brigas de “torcida” que matam e ajudam a afastar os torcedores de verdade dos estádios, por exemplo? Não temos não. Aí o assunto evolui.

Quem ganha com a perpetuação da violência e do preconceito no esporte?

Não sei mais se esta é a pergunta que deve ser usada na reflexão. Melhor pensar quem é que está perdendo com tudo isso. E, com quase total certeza, não são os clubes, com suas perdas de mando de campo, multas, portões fechados etc. É toda a sociedade que se julga um corpo único, assim como um Leviatã, mas que se divide quando a responsabilidade entra na discussão.

Seria maravilhoso se as tantas atitudes sugeridas fossem tomadas e dessem resultados efetivos – e não se falasse neste assunto nunca mais. Mas pelo visto a tendência é só piorar.

E eu ainda terei que escrever mais vezes sobre isso…

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @FluminenseDNL

Imagem: dan

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres