Meno male (por Paulo-Roberto Andel)

IMG_20150721_002746

1

Depois da derrota injusta de sábado contra o Atlético Paranaense e estacionando nos 40 pontos – o time do Flu perdeu 32 gols, sentindo o golpe depois da cabeçada de Walter – o goleiro Weverton pegou tudo -, o que restaria ao torcedor tricolor num domingo nublado? Secar todos os adversários possíveis na parte de baixo da tabela de classificação, visando espantar qualquer risco de aproximação.

Num único jogo dos times abaixo do Flu na tabela seria impossível o grande benefício: o confronto entre Avaí e Chapecoense – obrigatoriamente alguém marcaria ao menos um ponto. Eu caí numa overdose de futebol ontem, trocando de canal a cada cinco minutos para investir mentalmente contra adversários de baixo. Funcionou. Meno male.

O Vasco não saiu do zero a zero contra o Grêmio, os dois times catarinenses mencionados também empataram em zero, o Coritiba (primeiro time na ZR, com 33 pontos) perdeu para o São Paulo em casa (com um golaço de Pato) e, finalmente, o Goiás perdeu do Cruzeiro no Serra Dourada. Ufa!

Agora vem o intervalo para a decisão da semifinal da Copa do Brasil contra o Palmeiras, o que exigirá enorme empenho físico e técnico do Tricolor. Se tudo correr bem como todos esperam, na madrugada de quarta para quinta o Fluminense assegura a vaga à decisão e, sem respirar, retoma a luta no Brasileiro 2015.

A sequência final tem seis partidas: Vasco no Engenhão, Chapecoense no Maracanã, Grêmio na Arena, Avaí no Maracanã, Internacional no Maracanã e Figueirense no Orlando Scarpelli. Nelas, o Fluminense precisa superar sua péssima campanha no returno. Seis pontos liquidam a fatura. Duas vitórias. Ou três empates e uma vitória. Fundamental é resolver o problema no máximo até a rodada 36, evitando os dramas de suspiro final. Aproveitar a condição de mandante é imperativo nesta questão.

Pela importância do jogo e tudo que o cerca, vencer o clássico contra o Vasco – domingo que vem – seria o grande combustível para a fase final desse Brasileirão. Meio caminho andado com 43 pontos a cinco jogos do fim.

Independentemente do que venha a acontecer no meio de semana – e todos esperamos o melhor, rechaçando os patrulheiros da verdade mofada -, o espírito do Fluminense precisa ser esse. A torcida não merece mais nenhum susto ou trapalhada.

Vamos em frente, que o talento só encontra a inveja quando olha para baixo.

2

“Deixou chegar… tropeça e o bumbum beija o chão”.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @pauloandel

Imagem: exulla 

capa o fluminense que eu vivi lado b são paulo e brasilia

LANÇAMENTO O ESPIRITO DA COPA RJ

6 Comments

  1. Censor, a leitura foi essa: era para ter matado o jogo no promeiro tenpo.

    Acho que vamos precisar de mais uma vitoria só.

  2. Caluniador? Meu comentário foi bloqueado sob alegação de ofensa pessoal ao escritor sem ter nenhuma ofensa a ele e sim porrada no texto. Se isso não é censura, é o que?

    1. Ué, chamar de censor, pode: de caluniador, não?

      PS: se você tivesse lido o texto com atenção, não teria escrito 10% das bobagens que escreveu a meu respeito. Releia-as.

      PS2: bote a mão na consciência.

      PS3: não seja mala.

      1. Continuo aguardando meu comentário ser liberado no texto do cara.

Comments are closed.