Nossos titulares estão invictos (por Paulo Rocha)

CENAS DO CENTRO DO RIO – CLIQUE AQUI

Nunca é bom perder, ainda mais para um rival. Por mais que o jogo pouco valha, o gosto da derrota sempre é amargo. Nossos reservas foram mal diante do Botafogo e o resultado adverso foi merecido. Mas o que importa realmente é que nesta temporada, quando colocou em campo o seu time titular, o Fluminense não perdeu para ninguém.

Já pensando na semifinal do Campeonato Carioca, Abel Braga deve considerar titular, no momento, a seguinte equipe: Cavalieri, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Orejuela, Wendel e Sornoza; Wellington, Dourado e Richarlison.

A formação está mais o que encaixada. Se Gustavo Scarpa tiver condições de voltar, Abel terá que inventar outra solução. Vendo o que de melhor pode fazer pela equipe, mas levando em conta a velha máxima do futebol que diz que em time que está ganhando não se mexe.
Antes da semifinal do Carioca (na qual enfrentaremos o Vasco e teremos a vantagem do empate a nosso favor), contudo, temos a Copa do Brasil. Dois duelos com o Goiás, o primeiro lá, o segundo, aqui no Rio. Agora eu pergunto: devemos usar nosso time titular nas duas partidas?

O que Abel decidir eu assino embaixo. Ele é o cara. Também fiquei puto de perder para o Botafogo, mas temos que lembrar que, quando foram os titulares a medir forças no Clássico Vovô, obtivemos uma de nossas mais belas vitórias dos últimos tempos.

xxxxxxxxxx

E não é que a Federação do Rio elogiou a atuação do bandeira que confirmou o gol do Botafogo com cinco jogadores alvinegros no mais escandaloso dos impedimentos? Triste retrato de nosso Estado.

xxxxxxxxxx

Disputar quatro competições ao mesmo tempo (Carioca, Copa do Brasil, Sul-Americana e Primeira Liga) é desumano. Espero que em 2018 (ano de Copa do Mundo) as coisas sejam diferentes. Para o bem do futebol.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri 

Imagem: rpm

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres