O intervalo tricolor em boa hora (por Paulo Rocha)

CLIQUE AQUI: DOWNLOAD GRÁTIS DA COLEÇÃO “RODA VIVA” – VOLUMES I, II, III IV

Ninguém gosta de ser eliminado. De uma coisa, no entanto, a torcida do Fluminense deve ter consciência: a parada de dez dias será altamente benéfica para a equipe. Nela, o técnico Abel Braga tentará aprimorar o sistema que escolheu e que, ainda que timidamente, começa a mostrar que pode dar certo.

Não estávamos preparados para enfrentar o Flamengo na semifinal da Taça Guanabara. Aliás, não estamos. Seria muito chato levar uma porrada dos caras, a “imprensa” iria deitar e rolar. Mais um motivo para nos achincalhar. Imaginem, ainda, se perdêssemos com gol do jogador que acabamos de vender para eles. Fla-Flu é pródigo em histórias desse tipo.

Medo? Não, não tenho medo deles, mas precaução. Nosso time ainda não existe. Está sendo montado com os garotos e os reforços que chegam a conta-gotas. Nenhum benefício nos traria enfrentar o arquirrival neste momento. Ah, mas poderíamos vencer… Conta outra!

Portanto, vamos aproveitar para treinar à exaustão. E que a diretoria (?), neste meio tempo, consiga trazer reforços dignos do Fluminense. Juninho e Hyoran, do Palmeiras, Rafael Marques, do Cruzeiro. Precisamos de jogadores do nível destes.

Ainda há tempo para fazermos uma temporada digna. Vencemos nossos três últimos jogos, não se esqueçam. Mas sem encorpar o elenco, nem Jesus Cristo daria jeito, que dirá o Abel. Mexa-se diretoria, reforce o time. A torcida já deu mostras de sua total insatisfação.

Encerro expressando minha satisfação com a chegada do lateral-direito Léo. Não que seja um craque, longe disso, mas é anos-luz melhor do que Gilberto. Acredito que vá ajudar Abel no 3-5-2, pois o apoio dos laterais é vital para que o esquema dê certo.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#JuntosPeloFlu

Imagem: paro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres