Fluminense 4 x 0 Bangu (por André Biron)

Para pra ver…

Seja debaixo d´água ou de sol escaldante, o Fluminense joga o fino da bola e os números comprovam: pelo campeonato estadual quatro jogos, quatro vitórias, onze gols marcados, nenhum sofrido e a primeira colocação, no grupo C, garantida de forma antecipada.

A campanha surpreende até o mais otimista dos tricolores. O time titular do Fluminense mostra constante evolução. Durante o massacre que foi a goleada (4 a 0) sobre o Bangu, além do impecável comportamento tático, pudemos perceber o constante crescimento individual dos atletas.

Lucas afastou a desconfiança causada pelo inchaço de sua barriga na apresentação e moralizou o nosso lado direito. Nogueira, a cada oportunidade, mostra a solidez do trabalho realizado em Xerém. Assim como Douglas que, com maior liberdade, demonstra ser muito mais que um “cão de guarda”.

Orejuela e Sornoza dispensam comentários e dão “outra cara” ao time. Scarpa é sempre decisivo e Wellington, mais objetivo, uma importante válvula de escape. Mas a grande evolução é, sem dúvida, a de Henrique Dourado. Com quatro gols no estadual, o atacante cala os críticos e nem de longe lembra o Ceifador do ano passado.

O time mostra impressionante preparo físico e muita entrega, marca com intensidade desde o primeiro combate, e alcançar a meta tricolor tornou-se uma tarefa difícil para os adversários. Todo o mérito para Abel Braga que, com apenas três reforços, transformou o irritante time de 2016, numa equipe que empolga e nos faz acreditar em títulos.

Contando os dias para o próximo show do meu Tricolor!

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Imagem: bureau

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres