Fluminense 1 x 0 Atlético-MG: atuações (por Mauro Jácome)

Início irregular do Fluminense. Por um lado, envolvia o lado direito de defesa do Atlético com Ayrton e Everaldo; por outro, estava exposto para os contra-ataques, principalmente, em cima de Igor Julião. Com Sornoza e Jadson sumidos, pouco buscou a posse de bola. O saldo do primeiro tempo foi um jogo de meio-campo e poucas oportunidades.

A etapa complementar foi diferente. O Fluminense voltou muito aberto e o Atlético explorou esse fator. Logo no começo, Chará foi lançado em profundidade, Júlio César hesitou e o colombiano foi derrubado. Fábio Santos bateu na trave e aliviou a torcida tricolor. O Fluminense se animou com o pênalti perdido e adiantou suas linhas, mas as opções eram erradas, com cruzamentos contra uma zaga alta. Num erro de Luan, Luciano roubou, avançou, tocou para Everaldo, recebeu de volta e abriu o placar. Com Matheus Alessandro em campo, o Fluminense explorou contra-ataques, mas o garoto foi muito imprudente na disputa e a expulsão prejudicou o time. Daí em diante foi sufoco, mas a moçada deu conta do recado.

JÚLIO CÉSAR

Demorou a se decidir no lance do pênalti. Quando foi, Chará já tinha tocado na bola e o goleiro derrubou o jogador do Atlético. Deu sorte porque a bola foi na trave, estava batido no lance. Fez uma boa defesa num chute cruzado de Emerson.

IGOR JULIÃO

Começou inseguro, dando espaços e tocando para trás. Depois, encontrou um posicionamento melhor para conter os ataques pelo seu setor. Na frente, também levou um tempo para arriscar algumas subidas. É o mesmo Igor Julião de antes: esforçado, mas muito fraco.

DODI

Entrou para reforçar a marcação no meio. Foi um leão e brigou muito para evitar com que a bola chegasse à área.

GUM

Afoito, errou combates e passes na saída da defesa para o ataque. Quando a bola ia na área, principalmente pelo chão, era um Deus-nos-acuda.

DIGÃO

Um pouquinho mais eficiente nos cortes de bola na área. No entanto, se perdia quando o Atlético chegava com muita gente no ataque. Não sabia se mantinha posição ou cobria o Ayrton.

IBAÑEZ

Errou saídas de bola entregando nos pés dos atacantes adversários. Foi envolvido em algumas jogadas rápidas do Atlético. Não fez um bom jogo.

PAULO RICARDO

Melhorou a marcação e foi fundamental no momento de sufoco final. Tecnicamente é inferior a Ibañez, mas tem muita garra.

AYRTON

Tentou arrancadas no primeiro tempo, mas não conseguiu chegar ao fundo ou concluir ao gol, nem abastecer Luciano. Atrás, deixou uma avenida. No final, tentou segurar a bola.

RICHARD

Marcado na saída de bola, errou passes, exceto quando devolveu para um dos zagueiros. Melhorou com a entrada do Dodi.

JADSON

Pouco apareceu no primeiro tempo. No segundo tempo, tentou participar da distribuição de bola, mas com pouca eficiência. Com a saída de Igor Julião, foi para a lateral. Por ali, ficou guardando posição.

SORNOZA

Sumido no primeiro tempo. Deu as caras depois que o Fluminense fez 1 x 0, no entanto, atrasava muitos contra-ataques porque não tocava de primeira.

EVERALDO

Rápido, ousado, mas se joga demais em busca de faltas e perde algumas oportunidades de levar o lance até o final. Ótima assistência para Luciano marcar.

MATHEUS ALESSANDRO

Entrou muito bem. Quase marcou num chute logo depois que entrou. Depois, fez a lambança e foi expulso.

LUCIANO

Excelente partida. Deu muito trabalho à defesa do Galo. Procurou o gol, distribuiu passes, chutou. Grande jogada no gol. Teve calma para passar no momento certo, para não ficar impedido e para concluir ao gol.

MARCELO OLIVEIRA

Sem Léo e Gilberto, foi de Igor Julião. De resto, o mesmo time das partidas anteriores. Com a posse de bola, o Fluminense pressiona muito pouco os adversários. Também fica muito exposto aos contra-ataques. Não entendi a substituição do Everaldo, apesar de Matheus Alessandro ter entrado bem até a expulsão. Com a vantagem no placar, mais espaços, o Everaldo poderia explorar os contra-ataques. Foi feliz na alteração de Ibañez e Igor Julião. Dodi e Paulo Ricardo entraram bem e foram fundamentais para a vitória com um a menos.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

Comentário