Flamengo 3 x 3 Fluminense (por Paulo Tibúrcio)

DOWNLOAD GRÁTIS – LIVRO “RODA VIVA”

Nos detalhes

O time do Fluminense jogou bem, disto não podemos reclamar. Lutou bastante, buscou o resultado. Assumiu o espírito do Fla x Flu. Fizemos os gols necessários, mas também tomamos outros que não devíamos tomar. A equação final acabou não sendo favorável para nós.

O gol relâmpago de Lucas no início do primeiro tempo era para trazer a calma necessária para administrarmos a partida. Colocar o time adversário nervoso. A calma não veio, o time jogou com vontade, mas sem a devida malandragem. Começou com jogadas ríspidas, tornou o jogo nervoso para os dois lados. Uma falta precipitada levou ao gol de empate.

O jogo acalmou e o time voltou a jogar com mais calma e aos poucos retornamos o controle da partida. Depois de uma pressão sobre o adversário, conseguimos fazer mais um gol após cabeçada de Renato Chaves e caminhamos para o segundo tempo com o placar que nos levaria para a próxima fase.

O Flu voltou com a mesma consciência do final do primeiro tempo. Veio a pressão do adversário, mas conseguimos segurar com inteligência. Em um lance de falta, fizemos mais um gol, outro de Renato Chaves. O cenário estava bastante propício para nós. Mas aí vieram os detalhes.

O primeiro revés aconteceu com a saída de Marcus Júnior. O jogador era o retrato de como se deve jogar o Fla x Flu. Ainda que falte talento, deve-se jogar lutando o tempo inteiro. Com sua saída, o Fluminense perdeu este espírito. Depois, houve uma queda de rendimento físico do time. Isto já ficou visível contra o Bahia e se repetiu neste jogo. O recuo foi fatal.

As substituições foram erradas. Ainda assim, dava para segurar o resultado. Levamos dois gols que poderiam ser evitados, caso o time estivesse mais atento e marcasse com mais vigor no meio campo, impedindo a bola parada próxima da área. Não jogamos mal, faltou experiência e preparo físico. Lutamos, mas lutamos errado. Perdemos no detalhe, sendo que o diabo mora nos detalhes.

Apesar da eliminação que pelo menos a garra de hoje se repita no Brasileiro. Voltemos todas nossas forças para lá. Que venham os pontos necessários para nossa permanência na série A. Que venha 2018.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @paulotiburciojr

Imagem: bit

8 Comments

  1. Esse ano de 2017 foi uma desgraça.
    Foram 6 anos de PS.
    Agora a continuação com o Abad
    2018 vai ser outra draga.
    Abel tem que ser demitido.
    O que fez hoje é absurdo!!
    Burro pra caralho

    1. Boa noite Guilherme,

      Muita coisa precisa ser mudada para 2018. Mas ainda falta nos garantir neste ano. E não adianta mudar técnico agora.
      Quanto a política do clube, ainda há espaço para mudanças e a cobrança tem que ser lá dentro.
      PS: Não o chamaria de burro.O elenco é reduzido, sabe-se lá como estava o WS para jogo. A entrada do Pedro já foi no desespero, a vaca já tinha ido pára o brejo. Abel erra, como todo técnico, mas ainda tem o meu respeito.

      ST!

  2. Hola Tricolores.

    Se o Marcos Junio entrar em campo contra o Botafogo eu, pessoalmente vou fuder ele, vou comer bunda dele. Essa contusão falsa dele é que lascou tudo, fazendo o “gênio” de Abel atuar e colocando o tal do Ramarinho e depois a pélora do Pedro. Ou seja: toda a culpa é da falsa contusão do MJ. Ele queria sair com o time ganhando, aí lascou tudo. É um FDP.

    1. Boa noite Iarê,
      rs… não sei se ele quis sair, pessoalmente acho que não, não é do feitio dele, faltam-lhe alguns recursos, mas não é jogador para querer sair em um FlaxFlu, principalmente com o placar favorável, com chances de se consagrar. Infelizmente, acho que foi contusão mesmo.
      ST!

  3. Time se acovardou no 2º tempo
    Não existe contra ataque com 11 jogadores na defesa
    Scarpa, Dourado e Romarinho fizeram merda em 3 contra ataques, como sempre alguém faz, diga-se de passagem
    Lucas fez falta imbecil
    Douglas também
    Cavalieri só pega falta qd vai em cima dele…cai sempre adiantado e pro lado errado qd um atacante entra cara a cara…pra pegar bolas fáceis, coloca o Marca Felipe.

    Até botafogo joga com mais raça que o Flu
    Observem no sábado

    ST

    1. Boa noite Carlos,
      Concordo com quase tudo, só faço uma ressalva em relação ao Cavalieri, acho que não teve culpa nos gols. Tá, podia ter se consagrado, mas não teve culpa. Quanto ao resto, foi isto mesmo, o time se acovardou, cansou, parou de jogar e deu no que deu. A culpa é coletiva.

      ST!

  4. Boa tarde, Tiburcio. Sou tricolor desde os 173 mil de 63. Hoje moro em Curitiba. Acompanho este Panorama e respeito a lucidez e sensatez de jornalistas como voce, Andel e Rocha. A passionalidade só destrói. Abel é um privilégio. A base com ele são o nosso futuro. Ele conhece lá dentro. E erra também. E nós? Penso que o que nos abate é o “pague a série B”. Corrói gerações de jovens. Está-nos apequenando. É a nossa verdadeira luta. E temos de vencê-la. Sds.

  5. Boa tarde, Jurandyr,

    Obrigado por nos acompanhar! O sofrimento do último jogo foi grande, mas temos que manter a razão.
    Abel está sobrecarregado, fazendo algumas funções que não cabem a ele. O desgaste é visível.
    Tivemos muita coisa errada neste ano. E também muitas situações de azar. Espero que não tenhamos mais sustos em 2017.
    Que venha 2018. Sou otimista, tem espaço para melhorar. Mas é preciso mudanças, do jeito que está, não dá.

    ST!

Comentário