De novo e de novo (por Juliana Rolhano)

PINCEL NA ESTRADA

Ainda com as marcas de um Brasileirão conturbado e de final confuso e ainda cheio de controvérsias como foi o do ano passado, o Fluminense estreia hoje no campeonato de 2014 contra o Figueirense, no Maracanã, às 18h30. Repleto de mudanças deste o último que foi há quatro meses, a postura que se espera é de um recomeço.

Nada mais difícil para o ser humano que recomeçar. Sinônimo de que algo errado aconteceu, o recomeço significa que se faz necessária uma nova tentativa. O que realmente não é algo muito positivo. Ou será?

Errar é efetivamente frustrante. É um misto de raiva com tristeza. É definitivamente uma experiência muitas vezes traumatizante. Causa incerteza, insegurança e um profundo lamento. Não existe nada pior que sofrer por algo que não aconteceu.

O sentimento que se tem beira ao de incapacidade, o que em muitos casos não é a verdade absoluta. Quando se chega a este ponto, o ideal é parar, refletir e acalmar. Perceber que não é o fim da linha e sim o princípio novamente. Este ciclo funciona como um instrumento de aprendizado.

De fato, os erros, nos ensinam, nos capacitam nos fazem melhor. É através deles que podemos enxergar com perfeição. Ver o que realmente pode se tornar excelente. Se não fossem os erros, seguiríamos uma constante, talvez medíocre. Mas até chegarmos nessa elevada condição da alma em aceitar que erros são bons, leva tempo. Leva também uma carga de dor. Mas o fim é bom.

Não podemos ser hipócritas ao ponto de afirmar que adoramos errar. Não. Não gostamos, aliás, odiamos. Se possível fosse, não falharíamos nunca. Perder não é a melhor das sensações, mas faz parte da vida.

No fim, resta o aprendizado. E a alegria de poder tentar de novo. A felicidade de ter uma nova chance para acertar. E toda a vontade de não cometer os mesmos erros.

Encaremos este Brasileirão de 2014 desta forma, como um recomeço. Uma nova chance de não insistir nos mesmos erros e fazer bonito para conseguir títulos.

Tentaremos de novo e de novo se necessário for.

Força, Guerreiros! Que os jogos comecem!

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres