Bem-querer x Querer bem (por João Marcelo Garcez)

bemque copa rio 1952

Chamou-me a atenção, durante minhas férias, um ranking nacional de clubes publicado na Folha de São Paulo, logo no primeiro dia do ano.

Criado em 1996, classifica os times de acordo com seu desempenho histórico.

É um ranking justo, que distribui pontos com critério, levando em conta o peso de cada competição.

Time mais vitorioso em 2014, o Cruzeiro se aproximou do Top 5, ao conquistar o Campeonato Brasileiro, o Estadual e o vice da Copa do Brasil. Levou 42 pontos e o orgulho de uma temporada quase perfeita.

Sentimento antagônico ao dos corinthianos, que viram o rival Palmeiras roubar-lhes a terceira posição do ranking.

A notícia causou estranheza porque o Verdão cumpriu trajetória medíocre e por pouco não foi outra vez rebaixado à Série B.

Mas a Folha tratou de explicar: “O Palmeiras subiu uma posição no Ranking porque em 2014 a Fifa reconheceu o título da Copa Rio de 1951 como o primeiro campeonato mundial de clubes”.

O Fluminense, campeão da Copa Rio de 1952, não teve pontos atribuídos no Ranking Folha pela conquista da segunda edição daquele mundial.

Não é culpa do jornal, mas do próprio Fluminense, que fez tímida reivindicação à entidade.

Em conversa com Mário Bittencourt já há algum tempo, o vice-presidente de futebol me disse que corria em segundo instância o pedido do clube para ter o título oficializado.

Desde então, não tenho mais ouvido a direção tricolor tratar do assunto com a importância que ele exige.

Não faz qualquer sentido que apenas uma das edições da Copa Rio tenha o carimbo dos velhos mandatários de Zurique.

Notadamente porque, em 1952, a entidade também recrutou Ottorino Barassi para a organização do torneio, ficando o então presidente da Federação Italiana de Futebol em permanente contato com os homens da CBD.

Com a chancela da Copa Rio de 1952, mais do que um certificado e 30 pontos no Ranking Folha, o Fluminense estaria ingressando no seleto clube de agremiações brasileiras campeãs mundiais Fifa.

Ainda há tempo. As evidências estão na mesa.

Só falta o Flu querer de verdade.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#SejasóciodoFlu

Imagem: jmg

__________________________________________________________________

João Marcelo Garcez (joaogarcez@yahoo.com.br) é jornalista, publicitário e escritor, havendo já publicado cinco livros. Há mais de uma década atuando na área de Comunicação, já trabalhou em empresas como TV Globo, Globosporte.com, Jornal dos Sports e DM9DDB. Bicampeão do Top Blog (2010 e 2013), espécie de Oscar da internet, Garcez escreve mensalmente a este Panorama Tricolor.

Copa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

 caracteres