América-MG 0 x 0 Fluminense: atuações (por Mauro Jácome)

O Fluminense começou pressionado pela marcação do América. Muitos passes errados dificultavam ainda mais a saída para o ataque. Após a metade do primeiro tempo, o Fluminense adiantou suas linhas, diminuiu os chutões e a pressão acabou. Daí em diante, tentou chegar ao gol de João Ricardo, mas não criou nenhuma oportunidade.

O segundo tempo começou diferente, com o Fluminense melhor distribuído em campo. Assim, chegou mais ao campo de ataque. Quando recuperava a bola e tinha a chance do contra-ataque, alguém carregava demais e desperdiçava. Foi só a bola chegar em Pedro que as chances apareceram. Primeiro, fez o corta-luz, Matheus Alessandro fuzilou, mas João Ricardo defendeu; logo em seguida, tabelou com Gilberto e deixou o lateral na cara do gol, mais uma defesa de João Ricardo. Faltou ambição para buscar uma vitória que não era difícil.

JÚLIO CÉSAR

Não teve trabalho.

GILBERTO

Começou preso por conta da marcação avançada do América. Depois, soltou-se e foi para a frente, mas não conseguiu alcançar o fundo do campo, nem fazer suas tradicionais jogadas em diagonal. Errou muitos dribles e cruzamentos. Teve excelente oportunidade em toque de Pedro, mas bateu em cima de João Ricardo.

IBAÑEZ

Importante na pressão inicial do América. Apesar de um vacilo perigoso, conseguiu salvar outras bolas perigosas. Tentou chegar mais à frente no segundo tempo para auxiliar nas trocas de passes.

MARCOS JUNIOR

Entrou para aumentar o poder ofensivo, mas não produziu nada de útil.

GUM

Em alguns lances, marcou a bola e deixou algum adversário livre. Teve menos trabalho no segundo tempo.

DIGÃO

Deu alguns espaços no primeiro tempo. Depois, não comprometeu.

AYRTON

Passou o primeiro tempo todo na defesa. No segundo, arriscou algumas subidas, mas não passou da intermediária.

RICHARD

Não consegue olhar para o campo de ataque, então, só joga para trás. Isso prejudica a transição.

JADSON

Jogou muito curtinho e quebrou a velocidade. Dessa forma, o América conseguiu se recompor e o Fluminense perdeu boas oportunidades de contra-atacar.

DODI

Nada de útil.

SORNOZA

Escondido nos momentos de pressão. Poderia ter procurado espaços para desafogar a defesa. Levou uma joelhada de Leandro Donizete e saiu.

EVERALDO

Tentou romper a defesa do América com dribles, mas cortou muito para o meio e quebrou a velocidade.

MATHEUS ALESSANDRO

Isolado no lado do campo. Ficou correndo atrás dos adversários e não puxou os ataques em velocidade. Melhorou no segundo tempo, mas prendeu demais a bola e não produziu nada de especial além de um chute para defesa de João Ricardo.

PEDRO

Tentou trocas de passes ou lançamentos, mas o companheiro não deu prosseguimento. Tentou algumas conclusões, mas não acertou o gol. É o cara de quem se espera alguma coisa.

MARCELO OLIVEIRA

A escalação inicial foi dentro do esperado. Não há muitas opções no elenco para fazer algo diferente. Algumas apostas não estão rendendo: Matheus Alessandro e Dodi. A defesa com três zagueiros está mantendo a bola longe de Júlio César. No entanto, está faltando alternativas ofensivas, principalmente com os laterais. Pedro está sendo obrigado a bater escanteio e correr para cabecear.

AMÉRICA

Começou bem, mas faltou poder de finalização. Depois, deu espaços para o Fluminense atacar.

 

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @MauroJacome

 

1 Comments

Comentário