Algumas rápidas abordagens sobre o Flu (por Márcio Machado)

CRISE

Parece óbvio que a situação financeira do clube é das mais sérias da sua história: se não ameaça a existência do nosso futebol, ameaça a nossa grandeza. Assim sendo, quem realmente se preocupa com o clube estaria procurando soluções e ajudando, não atacando, ainda mais quem participou da criação desse buraco com muitas contratações duvidosas e caras com 100% de aproveitamento negativo. Nada deu certo e as posições atingidas foram as mesmas medíocres do ano passado, que já era um elenco além das nossas parcas possibilidades.

É difícil, mas talvez o caso Scarpa fosse bom para torcedores de Facebook perceberem que times não sustentáveis simplesmente se desmancham na situação atual da legislação. Não há caminho fora do limite de 100 mil por mês, com uma ou duas exceções. Não dava para não dispensar jogadores também>

Quem quer fazer diferente, apareça para ajudar a achar receitas ou a achar soluções. Cabe à diretoria, que ao meu ver faz o possível, não esnobar oferecimento algum de ajuda. Se o do Celso foi sério é o caso, não tenho como afirmar.

REFORÇOS

A margem para erro é zero no momento; ao menos as duas contratações que já jogaram parecem funcionar. Jadson é um bom volante e ajuda na construção de jogadas, Gilberto é um lateral ofensivo, faz sentido nesse 3-5-2 do Abel. Sobre goleiro, não sei se precisamos ainda. Zagueiro, depende da consolidação do esquema (de todo modo esse ibañez tem futuro). Acho importante um meia, pois não vejo reserva pro Sornoza. O ataque a princípio está bem. De todo modo o time precisa encorpar e boas alternativas de mercado não podem ser perdidas, estaduais são ótimos para isso e precisamos que a diretoria esteja atenta.

FLORIDA CUP

Não vamos levar resultados de pré-temporada a sério. Ganhar ou perder esses jogos é irrelevante, o time não presta ou é ótimo por causa dessas partidas. No primeiro jogo, enfrentamos um PSV reserva e ainda assim melhor que a gente, o empate foi buscado na raça e com categoria (Robinho precisa de uma chance no time titular). Contra o Barcelona, dominamos bem o primeiro tempo e o 1 a 0 foi plenamente justo. O esquema de saída em velocidade com os alas é ótima ideia, mas os três zagueiros precisam de muitos ajustes em seu posicionamento.

Problemas outros à parte, o Dourado tá meio perdido no esquema, talvez muito veloz para o jogador de referência na área. Caso ele continue no Flu e o esquema funcione, vai acabar sendo importante para ajudar em bola aérea e bater pênaltis, que acabam surgindo muito quando se contra ataca em velocidade. Claramente a ideia de jogo será essa, de posse de bola pro adversário e dar o bote com rapidez

O Estadual tem de servir para encorpar e reforçar o time, que tem de chegar ao Brasileiro na ponta dos cascos para funcionar. Nada é impossível. E boa sorte daqui a pouco na estreia diante do Boavista.

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#JuntosPeloFlu

Imagem: m2

Comentário