2018 tem que ser diferente (por Paulo-Roberto Andel)

Ainda resta uma última partida e seria bom que ela servisse para desfazer o papelão do sábado passado. Abel sintetizou melhor do que ninguém: “A torcida xingou pouco”. Justo. Aliás, com as vírgulas, o Fluminense ainda disputa uma vaga na Copa Sul-Americana. Resta saber se quem andou contra o Sport vai correr contra o Atlético em Goiânia.

Há cinco anos, nosso protagonismo escorreu pelo ralo. Desde 2012, fomos ameaçados pelo rebaixamento em três das cinco temporadas, com dirigentes, patrocinadores, jogadores e politik diferentes – ou iguais, dependendo do ângulo que se vê.

Não tenho dúvidas sobre o verdadeiro descalabro ocorrido nas contas do Flu, o que tornou o orçamento deste ano um conta-gotas. E não tenho a menor dúvida sobre a seriedade da cúpula atual das Laranjeiras para resolver as questões financeiras. Entretanto, repito pela k-ésima vez: o Fluminense precisa ser gerido de maneira empresarial nos números, mas ele não é uma empresa. Ali estão sonho, fantasia, delírio, vibração, mística e uma longa história.

Traduzindo: ninguém está disposto a aguentar mais uma temporada de pindaíba no campo.

Não confundir persistência com teimosia oca. Penamos este ano por conta da falta de peças de reposição e troca mesmo. Jogamos fora pelo menos uns dez pontos no campeonato brasileiro, vários deles por não saber segurar o marcador estando em vantagem e também pela tonelada de empates.

Que já comece o 2018 tricolor, muito diferente do que temos visto nos últimos anos. Pra ontem. Ou anteontem.

xxxxxxxxxx

Em relação ao exótico senhor que ontem utilizou meu nome para bostejar no Facebook, o resumo é simples: não vivo financeiramente de Fluminense, não fico pendurado no saco de pré-candidatos (sonhando com empreguinho sem formação em Álvaro Chaves) e meu currículo tricolor é público: está na Wikipedia do Flu. Vasto, por sinal.

CLIQUE AQUI – WIKIPEDIA DO FLUMINENSE

Nada pode ser pior do que a certeza absoluta da própria mediocridade, medida pela distância entre um escritor da primeira divisão e um panfleteiro politiqueiro da terceira…

Panorama Tricolor

@PanoramaTri

#JuntosPeloFlu

Imagem: rap

4 Comments

  1. Andel, seu curriculo fala por você. Não dê espaço para esse débil mental que não passa nem em exame antidoping. ST

  2. Se não contratar uns cinco reforços ano que vem é lutar para não cair de novo. Tou de saco cheio disso. Tem jogador barato no mercado sulamericano, é só pesquisar que consegue.

  3. Se não tem dinheiro, tem que conseguir. Cadê a grana desses milionários do clube? Niguem aceita patrocinar o Fluminense por uma temporada e tirar o time do sufoco? Não adiantas é esse mimimi de não vou contratar, não tenho dinheiro

Comentário