1, 2, 3… Thiago Neves vai de vez! (por Rods)

Thiago Neves
Esse nunca mais voltou

É… Parece que não dá mais mesmo para o nosso velho Créuzinho no Fluminense. A situação me lembra até os versos de “E agora, José?”, de Carlos Drummond de Andrade. A paciência acabou, o grito calou, o futebol sumiu, o amor esfriou. E agora… Thiago Neves? E agora resta voltar para onde o dinheiro é muito e as responsabilidades são poucas. Os amigos árabes reapareceram com 18 milhões na mão e a parte que cabe ao Flu servirá para bancar a parte do Jean que ainda pertence ao São Paulo. Você acha ruim? Eu não.

Será a terceira vez que ele deixa as Laranjeiras e muito dificilmente voltará novamente.

Do jeito que escrevi, parece que eu nem queria sua volta. Entendam, quem me acompanha aqui no Panorama sabe que talvez eu tenha sido um dos últimos esperançosos pela volta do TN 2007/08. A minha maior lembrança daquele Thiago Neves nem são seus gols durante a Libertadores ou o mesmo aqueles em cima da mulambada, mas o momento que ele bateu um escanteio que viajou até a cabeça do nosso Coração Valente. Fluminense 3×1 São Paulo. É só lembrar da cena que minha boca vira um imenso sorriso.

Eu até relevei facilmente o imbróglio com o Palmeiras e a sua passagem apagada, quando veio emprestado pelos alemães. Mas agora… Enfim, em um ano e meio, vimos apenas lampejos daquele craque do futebol fácil, do chute certeiro, do raciocínio rápido. É muito tempo esperando o retorno de alguém que parece não querer voltar. É constantemente visto em bares e boates (sou contra a vigilância, mas para um atleta, essa conduta deve ter limites, principalmente quando afeta seu trabalho), se machuca com extrema facilidade e há boatos do seu envolvimento com certas substâncias ilícitas.

Não estou acusando-o de nada e nem tenho provas para tal. Apenas reproduzi o que se anda discutindo principalmente nas redes sociais. Se estivesse mostrando bom futebol, provavelmente tais discussões nem surgissem.

No dia quatro de outubro de 2012, escrevi uma coluna intitulada “Em busca do créu perdido”, no qual dissertei sobre essa nossa espera pelo Thiago Neves que conhecíamos. Ela terminava assim:

“Hoje alguns ainda esperam, enquanto outros já desistiram e nem o querem com a camisa do Flu. Reconheço que ele errou muito na carreira, mas como sou um cara esperançoso e estou no primeiro grupo, a cada jogo torço para que o Thiago Neves de 2008 reapareça. Acho que a conquista da titularidade na Seleção nacional (não que a opinião do Mano signifique muito) pode inspirá-lo e fazê-lo brilhar novamente no Fluminense.

Se isso acontecer, pode ter certeza que serei o primeiro a puxar o grito: Créééuuu! Créééuuu! Créééuuu!”

Hoje vemos que minhas esperanças não se concretizaram e além da torcida, o próprio Abel já perdeu paciência. Por essas e por outras, apesar de não haver ainda uma palavra final sobre a negociação, eu a considero certa. Para ser honesto, fico muito triste pelo o acontecido. É uma grande pena por não ter funcionado, uma grande pena para sua esposa tricolor e uma grande pena para mim, pois eu realmente queria poder gritar “créu” de novo. Mas, como canta Mick Jagger:

–        “Oh, you can’t always get what you want

ST!

Rodrigo César, o Rods

Panorama Tricolor

@PanoramaTri @RodsC

Foto: ESPN / Placar

ANUNCIO 1995

 

2 Comments

  1. vai tarde chinelinho…..custo benefício zero…

    st

    PRÉ-CONTRATO COM DARIO LEONARDO CONCA JÁ?

  2. Vai com Deus, mas é preocupante esse desmanche do time….prevejo um 2013 HORROROSO…espero estar errado. ST.

Comments are closed.